É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

17.8.16

Filmes Para Aprender Mais Sobre Moda

Muitas vezes, o figurino é capaz de alçar um longa-metragem ao status de clássico do cinema. Aqui, as tramas que deixaram sua marca na história com looks memoráveis. Quem é apaixonado por moda, não perde a oportunidade de saber um pouquinho mais sobre o assunto. Ler sempre foi uma boa opção, mas assistir a algum filme que originou uma tendência é um lazer produtivo. Vire uma expert em moda assistindo os filmes certos. Eu sei  que esses aqui não são nem a metade da quantidade de filmes que abordam moda. Mas a maioria são documentários, e a maior parte deles são inglês. Eu queria trazer algo mais divertido, então escolhi apenas os "filmes" deixando os documentários de lado. Espero que vocês gostem. Eu separei os meu preferidos.
Yves Saint Laurent: filme sobre o estilista francês que começou muito jovem, por volta de seus 20 anos, como assistente de Christian Dior. Ele prosperou até se tornar o estilista titular da marca após a morte do criador e, depois, decidiu a abrir sua própria grife com o apoio de Pierre Bergé. A obra é uma cinebiografia autorizada sobre um dos grandes gênios da moda, que conseguiu fazer sucesso tanto na alta costura como no prêt-à-porter. Apesar de ser reconhecido principalmente por suas criações femininas, não quer dizer que o filme seja dedicado às mulheres. O longa-metragem fala também de persistência, amadurecimento, coragem e amor. Yeves era um grande designer que ganhou esse longa incrível que conta um pouco da sua história. Como ele saiu da Christian Dior para montar sua própria grife, o processo criativo, a relação amorosa e profissional com Pierre Berger, o abuso de drogas e sexo. E ambos valem a pena pelas belas cenas de desfiles e peças icônicas do criador. 
Bonequinha de Luxo: Esse filme está na lista de um dos meus preferidos que eu já mostrei aqui no blog. Hubert de Givenchy começou a vestir Audrey Hepburn em Sabrina, mas foi com Bonequinha de Luxo que essa parceria mais deu o que falar. Os vestidos pretos do estilista, usados pela atriz no longa-metragem, se tornaram clássicos da moda. Os acessórios escolhidos pela figurinista Edith Head, como os maxicolares e os óculos Ray-Ban Wayfarer, também estão presentes nos closets descolados ainda nos dias de hoje.
Maria Antonieta: Também já falei desse filme em outro pôster aqui no blog. Muito além de rainha da França e esposa de Louis XVI, o filme que conta a história de Maria Antonieta é recheado de referências da moda. Ela era conhecida por seu gosto extravagante em se arrumar. Dirigido por Sofia Coppola, o longa é uma lição também de comportamento e vestimentas dos anos 1700.
Sex And The City: Filme americano de 2008 de comédia baseado na série de televisão de grande sucesso Sex and the City, exibida pela HBO de 1999 a 2004, inspirada por sua vez na obra de Candace BushnellCarrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker) é uma escritora de sucesso obcecada por moda, que vive em Nova York. Assim como suas amigas Samantha Jones (Kim Cattrall), Charlotte York (Kristin Davis) e Miranda Hobbes (Cynthia Nixon), Carrie tenta equilibrar o trabalho com seus relacionamentos.
O Diabo Veste Prada: Um dos queridinhos filmes de comédia americana. Cheia de estilo, Andrea Sachs (Anne Hathaway) é uma jovem que conseguiu um emprego na Runaway Magazine, a mais importante revista de moda de Nova York. Ela passa a trabalhar como assistente de Miranda Priestly (Meryl Streep), principal executiva da revista. Apesar da chance que muitos sonhariam em conseguir, logo Andrea nota que trabalhar com Miranda não é tão simples assim.
Coco Antes de Chanel: Mademoiselle Chanel é um marco na história da moda e nos longas ”Coco Antes de Chanel” podemos saber como se deu o início da sua carreira, trabalhando como cantora de cabaré e costureira nos fundos de uma alfaiataria, até quando se torna referência na moda e também sobre suas paixões. Sempre com personalidade forte, Gabriele Chanel cresce num orfanato. Diferente de sua irmã, Coco (como acaba sendo apelidada) não crê no amor e busca fortuna de todas as formas que consegue. Quase como uma versão feminina do estereótipo do malandro.  Enquanto sua irmã se envolve com um homem por amor, a jovem Gabrielle se envolve por interesse. Mas sempre mantendo seu orgulho e deixando o amante consciente da situação. A sua ascensão a moda acontece quase por acaso, já que muitos a consideravam uma “selvagem” pelo seu estilo simples e prático. Já vale a pena assistir o filme só pela atriz principal: Audrey Tautou (Fabuloso destino de Amelie Poulain).
As Patricinhas de Beverly Hills: Ou flme que eu adoro, na verdade que toda adolescente já foi viciada. Cher, a garota riquinha interpretada por Alicia Silverstone, tinha um closet tecnológico e recheado com a maioria das tendências dos anos 90, como vestidos de festa sequinhos, meias 7/8, saias plissadas, tops cropped e muito xadrez. O estilo grunge, mais largadão, foi retratado com a personagem Tai (Brittany Murphy).
Delírios de Consumo de Becky Bloom: Um filme sobre uma compradora compulsiva de itens de moda com figurino de Patricia Field só poderia resultar em muitos looks incríveis de grifes cobiçadas. Entre as marcas exibidas pela personagem de Isla Fischer estão Prada, Gucci, Dior, Alexander McQueen, Christian Louboutin, Zac Posen, Salvatore Ferragamo, Balenciaga e Marc Jacobs.

Um comentário:

  1. Amei o post, muito bem elaborado e trabalhado.

    http://www.blogsecretplace.com/

    ResponderExcluir

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...