É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

18.7.16

Aquela Onda

É difícil parar para pensar quando está se afogando, tudo o que se quer é encontrar qualquer coisa e empurrar para baixo, o bastante pra manter a cabeça fora da água. Acontece que muita das vezes você não liga para o que ou quem você empurra, só pra ter a chance de subir por mais alguns minutos até que afunde novamente. Eu me afoguei. Cansei de lutar e procurar uma saída para chegar à superfície, não fazia sentido se jogar na água e durante o salto mudar de ideia e voltar a respirar novamente. Enquanto se luta, a vida completa passa diante os nossos olhos, e no meu filme eu era vilã. Eu queria ter uma segunda chance, mais quantas pessoas teriam que afundar pra eu continuar flutuando? Um turbilhões de coisas passaram na minha cabeça e ai eu apertei o Stop, e tudo ficou calmo. Então o oxigênio começou a bombear meu coração novamente e aqueles dois olhos azuis olhavam para mim e diziam que tudo iria ficar bem. Eu não entendi direito o motivo de a vida ter me dado uma segunda chance, e achei melhor não perguntar talvez a resposta não fosse uma das melhores. Quando o queimor e a náusea começaram a ficar mais suportável eu me decidir. Decidir que assim que todo ecoo parar por aqui eu vou deixar de andar na contra mão e vou colocar toda essa bagunça em ordem. Já é hora de apagar a luzes e deixar meu coração me guiar, afinal, todas as vezes que eu fui contra ele terminei juntando seus cacos. No fundo eu sempre soube o que era certo a se fazer, e hoje o certo é não ter que esperar outra onda pra cair na real de que estou novamente fazendo a coisa errada.

3 comentários:

  1. Verdade, muitas vezes para termos novas chances arriscamos tudo, mas percebemos tarde o que é esse "tudo".
    Muito lindo o texto.

    Blog Marcy Moraes

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo post, bjus!

    bomhumornaosaidemoda.blogspot.com

    ResponderExcluir

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...