É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

16.6.16

Resenha: O Extraordinário

 “– Por que eu tenho que ser tão feio, mamãe? – murmurei.

– Não, querido, você não é…
– Eu sei que sou.
Ela beijou meu rosto todo. Beijou meus olhos, que eram muito caídos. Beijou minhas bochechas, que pareciam afundadas demais. Beijou minha boca de tartaruga.
Disse palavras gentis, que, eu sabia, eram para me ajudar, mas palavras não vão mudar meu rosto.

Eu já disse nas primeiras resenhas da saga “A Seleção” deKiera Cass, que estava lendo livros pelo aplicativo Wattpad no meu Smartfhone. Assim que eu terminei os livros de Kiera eu comecei a procurar outra pra ler, ai me dei de cara com "O Extraordinário". Bom, eu não fiquei tão ansiosa pra começar a leitura, mas infelizmente como o app não tem tanta leitura variada assim, eu decidir começar a ler o livro, e também pelo fato dele ter virado modinha pela internet acabei ficando curiosa. O livro foi escrito por RJ Palacio, ficou em primeiro lugar da lista de best-sellers do The New York Times, eleito um dos melhores títulos YA de 2012 nos Estados Unidos, e premiado como o melhor livro de estreia da americana. Onde traz à tona a luta contra o preconceito ao menino de 10 anos, que contra uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial. August Pullman, o Auggie, nasceu com essa síndrome genética e sofreu diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros. R. J. Palacio criou uma história edificante, repleta de amor e esperança, em que um grupo de pessoas luta para espalhar compaixão, aceitação e gentileza. Auggie é pequeno, mas uma característica sua se destaca e define quase tudo em sua vida: ele tem o rosto deformado. Seus olhos ficam na altura das bochechas, seu queixo foi obtido após uma cirurgia que tirou um pedaço da bacia e é pontudo, suas orelhas são quase no pescoço, sua boca é pequena com uma cicatriz indicando uma operação de “lábio leporino”. As pessoas não conseguem disfarçar a surpresa quando o veem ou, quando tentam, Auggie já reconhece os sinais: recuam um pouco, um segundo de hesitação, um sorriso solidário e até mesmo uma fuga mal disfarçada. Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade. Essa é uma leitura impactante, forte e comovente.

Esse é um livro que deveria ser adotado por todas as escolas, para todas as séries escolares. Extraordinário é mais que um livro especial. Ele é um vendaval de emoções, repleto de muita beleza e sentimento. A História faz a gente pensar sobre preconceito e sobre como fechamos os olhos para as pessoas que consideramos fora dos padrões comuns. E eu acho que em toda leitura a frase que mais tocou foi: Todo o que é nascido de Deus vence o mundo. Sabe, enfrentar os obstáculos da vida nem sempre é fácil. Talvez o seu problema seja mais simples do que a de um garotinho que chegava a ser comparado com um zumbi, mas aceitação não é um sentimento fácil que você nasce com ele. É um processo. Uma muralha que é construída em cima da desvalorização, e do fato de você se sentir diferente e inferior as pessoas que te rodeiam. Sempre haverá alguém que irá chutar nosso castelinho de areia. Sempre! Mas o que não nos mata mais forte nos deixa, a sua bravura em enfrentar todos os insultos pela sua aparência acabou provocando mudanças na vida de muitos. As pessoas prezam muito a beleza, mas a aparência jamais foi o limite para conquistar seus maiores sonhos. Esse livro que te prende muito e desperta a atenção de que aparência não é tudo e que há coisas bem mais importantes do que isso. É praticamente impossível passar pelas 318 páginas de "Extraordinário" e não querer dividi-lo com o mundo. Auggie é com certeza um dos protagonistas mais encantadores. É claro que em vários momentos ele perde a fé e chora, como qualquer criança faria, se revolta-se com toda a injustiça que o universo derramou em cima dele. Mas na maioria das vezes, Auggie é irônico consigo mesmo, faz piada de tudo. Ele é um garotinho completamente deformado que é obrigado a encarar o preconceito aberto e as criticas e opiniões das outras crianças em relação a sua aparência. Mas Auggie encara de frente os próprios problemas. Ele é gentil, inteligente e alegre, tem uma família que o ama e é dono de um caráter forte.
O legal do livro é que você não apenas conhece a história do garoto pelo ponto de vista dele. Alguns capítulos são narrados pela sua irmã, e por outros amigos que ele tinha. A autora também não utilizou uma linguagem muito adulta, temos palavras simples e vários elementos que condizem exatamente com a faixa etária do Auggie. Seus gostos, suas vontades, e até suas birras, combinam perfeitamente com a infantilidade própria do menino. Mas é uma narrativa extremamente gostosa de se ler, apropriada para todas as idades, cheguei até mesmo a imaginar o livro como um desenho infantil em alguns pontos, e nos faz refletir sobre nossa vida e que, podemos ser felizes com o pouco que temos e que a aparência, definitivamente, não é tudo o que devemos levar em conta em uma pessoa.

O livro prende muito o leitor e a linguagem é extremamente fácil e rápida os capítulos curtos ajudam muito nessa compreensão. E sobre as comparações com “A Culpa é das Estrelas”: esse boato não tem nada haver. O livro não tenta ser profundo, nem ser dramático, triste, com questões existenciais e reflexões forçadas, como acontece em “A Culpa é das Estrelas”. Extraordinário é uma narrativa simples sobre um garoto diferente, e só. Ele é apenas bom, simples e sem nenhum pieguismo. A história chama atenção, pelo fato de ser diferente. O protagonista dá um cara na tapa de todos, com essa história de superação, aceitação e autoconfiança. Super recomendo, uma leitura fluida, calma, porém apaixonante! Sem falar que é cheia de frases lindas e inspiradoras.

E para deixar vocês mais ansiosas para ler, vai ai algumas frases tocantes do Extraordinário!

"Não vou descrever minha aparência. Não importa o que você esteja pensando, porque provavelmente é pior."

"Garoto rato. Estranho. Monstro. Freddy Krueger. E.T. Cara de lagarto. Mutante. Conheço os apelidos que me dão. Já estive em parquinhos suficientes para saber que crianças podem ser cruéis. Eu sei, eu sei, eu sei."

Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil.
"Grande aquele cuja força conquista mais corações pela atração do próprio coração." 
"Toda a pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo."


Minha mãe me abraçou mais apertado, se inclinou e deu um beijo no alto da minha cabeça. - Eu que agradeço Auggie - respondeu ela. - Pelo quê? - Por tudo o que nos deu. Por entrar nas nossas vidas. Por ser você. Inclinou-se de novo e sussurrou em meu ouvido: - Você é mesmo extraordinário, Auggie. Você é extraordinário. 

9 comentários:

  1. Que livro lindo! Ele está na fila dos meus desejos de leitura, amei sua resenha. Perfeita.
    Já li a ‘’culpa é das Estrelas’’ da Clarice Lispector, ri e chorei com esse livro. Ainda bem que esse é diferente.

    Bjss <3

    www.chuvanojardim.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da Clarice? Não, não a culpa é das estrelas e de John Green...
      O Extraordinário é muito bom mesmo, você não irá se arrepender da aposta.

      Excluir
  2. Já li várias resenhas desse livro e me pergunto o porquê de eu nunca ter lido, já fiquei sabendo que até vai virar filme e eu ainda nem li, sua resenha me encheu ainda mais de curiosidade.
    http://souadultaagora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai virar filme? Mesmo? Não sabia disso. Espero que fique bom, metade das adaptações literais não ficam tão boas quanto os livros.
      Haaa você precisa muito ler, ele é ótimo
      brigado pela visita linda. Beijão!

      Excluir
  3. Esse livro deve ser mesmo incrivel, porque eu ja vi tantas resenhas legais sobre ele..
    http://www.paaradateen.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim. É o tipo de leitura tranquila que vale apena apostar. Sem dizer que ele tem pouquinhas páginas, então dar pra ler na escola, ou no ônibus. É bonito e ainda passa uma lição de vida incrível.

      Excluir
  4. Não conhecia mas parece ser um bom livro
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia
    Facebook
    Tem post novo

    ResponderExcluir
  5. Esse livro eu comprei pela capa , achei tão bonitinha haha
    Quando li esse livro levei um tiro atras do outro! É de uma delicadeza sem fim ! Como tu disse , ele deveria ser adotado nas escolas e em todo canto , para falar a verdade , ele é Extraordinário , como o próprio nome sugere!
    Blog; estacaonoventae7.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, não e um história tão famosa, nem cheia de clichês feito esses romances que todo mundo conhece, mais tem uma lição de vida que deveria ser adotado por todo mundo. A história é magnifica.

      Excluir

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...