É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

27.6.16

As Pessoas Perderam Seus Valores


Estava conversando com minha mãe enquanto ela preparava o almoço, e ela acabou me contando uma história... Um pai ia sair com seu filho de 3 anos e sua esposa, para onde eles iam era longe, mas ele não queria usar o carro. Seu filho na inocência foi até á garagem pegou um prego e começo a arranhar o carro, enquanto os pais se arrumavam. Quando o pai chegou que viu a situação da criança pegou uma sandália e começou a bater na mão do garotinho. Ele bateu tanto que a mão começou a mudar de cor e ficou roxa. Ele desesperado quando viu aquilo, pegou a criança e levou a um hospital, mas quando chegou lá não havia como salvar a mãozinha da criança e foi preciso amputar as duas. Desesperada, quando a mãe viu o seu filho, enlouqueceu e teve que ser internada em um hospício. E o pai, assim que o filho saiu da cirurgia ele foi visita-lo e quando chegou lá a criança falou pra ele: Não se preocupe papai, nunca mais eu vou arranhar seu carro. O pai arrependido e com tanto desgosto pelo fez ao filho, foi pra casa, pegou uma arma e atirou na própria cabeça.
Dias antes dessa história, passou no jornal um pai que matou a filha porque ela estava chorando muito. E outro que matou um bebê, porque a mulher não queria ficar com ele. Eu fiquei pensando. A que ponto o mundo chegou? A que, a maldade do ser humano pode ser comparada? A gente ver animais machucando pessoas e sendo sacrificado, mas poxa, eles são animais e irracionais. Mas e o homem? Sou contra a pena de morte, mas acho melhor eu começar a rever meus conceitos. Se um cachorro, que mordeu um ser humano pra se defender precisa ser sacrificado, agora imagine um homem, racional e em sã consciência que preza mais seu carro novo, do que as mãozinhas do seu próprio filho. Isso que é um animal.
Homens matando criança, mulheres, pendurando animais pela orelha em arame farpado, estuprando, assassinado seus próprios filhos, seus pais. Velhos que mechem com seus netos, mulheres que joga seus bebês no rio por não querer responsabilidade. O mundo está destruído! As pessoas costumam andar nas ruas e só olhar pra coisas bonitas. Apreciar apenas a paisagem tranquila. Eles se esqueceram de fazer a coisa certa, já estão tão imerso em seu mundo perfeitinho que a maior importância deles agora, é alcançar um milhão de inscrito no Youtube, viajar pro exterior, criar a casa dos sonhos, ou compra um I-phone 6 plus. As pessoas se esqueceram de lutar pela causa certa. Esqueceram-se de apoiar e ajudar associações que combatem o câncer, a fome, o abandono infantil, o abandono de animais, a pobreza, as vitimas das catástrofes naturais, as vitimas de assedio sexual, o asilo. Elas esqueceram que a barriga delas não é a única que precisa de comida, que a sobrinha dela, ou os filhos, não são os únicos que gostam de presentes. Ou que ela não é a única que precisa de um teto sobre a cabeça. O mais interessante nisso tudo, é que a gente para e apontar praqueles que está fazendo o mal no mundo, mais, o que estamos fazendo de bom? Em que, estamos investindo aquele salário gordo do fim do mês? Você já ajudou alguém? Já fez alguma coisa, pelo menos uma única vez, não fosse beneficiar a você mais a outras pessoas? Você já participou de protestos pela causa certa, ou anda por ai fazendo guerra porque é homôfobico? Você já fez um vídeo pro Youtube que fosse ajudar as pessoas de verdade, ou apenas gosta de falar da vida de Keféra e de Lucas Neto? Pois é. É isso que eu vejo nas pessoas, elas apontam, elas ditam regra, ela expõem seus erros, mas a realidade é que elas não fazem absolutamente nada pra melhor o mundo. E tão bonitinho cantar aquela música do saquinho que passa no comercial, mais ninguém deixa de jogar lixo na rua. É tão fácil criticar os cientistas por não encontrarem a solução para o aquecimento global, mas você não para de poluir a sua cidade. E tão fácil falar mal de uma escola publica por não darem um ensino páreo ao das escolas particulares, mas você nunca ensinou seu filho à necessidade e “pedir licença” e “se desculpar”. E tão simples culpar o presidente ou o prefeito da sua cidade por ele não fazer nada pra ajudar a população, mas na eleição você vende seu voto pra aquele vizinho chato que acabou de se eleger, apenas por causa do dinheiro. É simples, apontar, falar, cutucar e expor os erros dos outros mais quando somos nós os repreendidos não, queremos estar errado.
Infelizmente “nós”, ser humano, somos a pior espécie que existe no planeta terra, e o fato do mundo estar no acabando não é porque Deus está com raiva, ou porque a culpa é de fulaninho. Uma coisa que acredito de todo coração é que você SEMPRE vai receber em troca aquilo que você fez. Se você der amor, você vai receber amor, mais se você der ódios, querido, você também vai receber ódio. Pode não ser amanhã, nem depois, mais acredite, ele vai voltar pra você. Pois aquilo que você faz é como um reflexo no espelho, você ver exatamente como você é. Não tem como você colocar a Barbie em frente ao espelho e ver a Suzi. E Infelizmente o que as pessoas mais tem semeado no mundo é ódio, e quando eles começarem a brotarem da terra, eu não quero nem imaginar o que vai acontecer com essa pequena bola flutuante que agente chama de lar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...