É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

25.5.16

Top 5: Meus Filmes Cristão Preferidos

É legal um pouquinho de terror, aventura e muita porrada na cara, mais tem aqueles dias que a gente quer relaxar, ver algo saudável. Assistir um filme que possa passar uma mensagem boa, que faça a gente refletir sobre a forma de como vivemos nossas vidas. Eu sempre adorei filmes evangélicos, desde pequena, eu sentava na sala com meu pai, minha mãe e minha irmã para assistimos. Esses filmes ajuda a gente a fortalecer nossa fé, e a mudarmos para melhor, seja em relação a vida social, financeira ou amorosa. Talvez não seja o seu estilo de filmes, eu sei que não tão emocionante quanto assistir Jogos Vorazes, mais são filmes que valem a pena você tirar um minutinho do seu tempo pra absorver conteúdos bons e saudáveis, que podem ajudar a solucionar algum problema pessoas que você possa estar enfrentando. Eu já assistir vários filmes, e separei os meus preferidos, espero que vocês gostem.

Deus não está Morto
Quando o jovem Josh Wheaton (Shane Harper) entra na universidade, ele conhece um arrogante professor de filosofia (Kevin Sorbo) que não acredita em Deus. O aluno reafirma sua fé, e é desafiado pelo professor a comprovar a existência de Deus. Começa uma batalha entre os dois homens, que estão dispostos a tudo para justificar o seu ponto de vista - até se afastar das pessoas mais importantes para eles.
Você Acredita?
Um pastor encontra por acaso um mendigo que prega a palavra de Deus pelas ruas e decide colocar a sua fé em ação, ajudando diversas pessoas. Logo a vida de uma dezena de indivíduos se cruza, fazendo com que todos descubram o poder da cruz de Cristo.
Para Salvar uma Vida
Jake Talor, um jovem que tinha tudo: fama, uma bolsa de estudos pelo time de basquete e uma namorada que era a garota mais desejada do colégio. O que poderia ser melhor? Por outro lado Roger Dawson não tinha nada. Não tinha amigos nem esperança. Roger sempre era humilhado e deixado de lado. O que poderia ser pior? Jake e Roger eram melhores amigos quando crianças, mas a popularidade de Jake os afastou, uma vez que Roger não era tão despojado quanto Jake. Roger não mais se adequava ao estilo de vida de Jake ou de qualquer outro grupo de pessoas. Isto foi o fim do mundo para Roger e ele levou uma arma para a escola, escondida em sua mochila. Magoado com seu estilo de vida, ele tomou uma trágica decisão - tirar a sua própria vida. Jake, desesperado, não consegue impedir Roger e isto o faz sentir-se culpado, abalado em seu "mundo perfeito". Algo então faz com que Jake veja o mundo de outra forma e o faz questionar o seu modo de viver. Jake não parava de se perguntar: Será que eu poderia ter salvo Roger? Buscando uma resposta para esta pergunta, Jake se depara com um outro jovem desamparado e sozinho em seu caminho. Jake então se aproxima deste jovem, mas teme que isto possa lhe custar seus amigos, sua namorada, seus sonhos e sua reputação. Jake chega a conclusão de que vale a pena pagar este preço para ter a resposta mais importante: O que eu realmente quero da minha vida?
Em seus passo o que faria Jesus
 O reverendo Henry Maxwell, pastor da Primeira Igreja da cidade de Raymond, vive honestamente sua vida confortável e sem contratempos, até o dia em que surge em sua igreja um homem pobre e necessitado. O episódio o leva a questionar valores e colocar seu modo de vida e prioridades em perspectiva, colocando diante de si a seguinte questão: "O que Jesus faria?". A partir disso, decide propor aos fiéis de sua igreja que se comprometam durante um ano a não fazer nada sem antes perguntar o que Jesus faria na mesma situação. O desenrolar da história descreve a experiência, tanto de satisfação e realização pessoal, como também de conflito e incompreensão que as pessoas vão tendo à medida que se empenham em seguir a proposta apresentada.
Desafiando Gigantes
Técnico do Shiloh Eagles há seis anos, Grant Taylor (Alex Kendrick) nunca conseguiu levar sua equipe ao título da temporada. Além do mau desempenho no trabalho, Grant deve enfrentar outros problemas graves em casa e seu estado psicológico e moral nunca esteve tão abatido. Quando tudo parece estar prestes a ir por água abaixo, uma intervenção misteriosa muda o seu destino.

2 comentários:

  1. Se tem um filme que amo de Mais é :DEUS NÃO ESTÁ MORTO
    ESSE filme é perfeito.
    Conteiepronto.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, ele é um filme lindo, mais eu ainda acho que "Você Acredita?", ainda é mais forte que "Deus não está Morto". Não me canso de assistir.

      Excluir

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...