É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

23.2.16

Resenha: Destinado - "Existem amores que foram feitos para durar a vida toda".

“– [...] Coloque uma coisa nessa sua linda cabecinha: eu nasci para amar você, e apenas você. Seja neste mundo ou em qualquer outro.”

Quem me segue há um tempo sabe que perdida é o meu livro preferido, e viu o esparro que eu fiz aqui no blog, quando eu fiz resenha o primeiro livro da trilogia. Já fazia um tempo que estava pirando pra ler Destinado, mas nunca conseguia porque eu queria comprar o livro, e estava sem grana. Fiquei esperando uma amiga minha comprar para pedir em prestado, mas acabou que ela também não comprou e minha única opção foi correr pra ler ele online. Eu estava procurando um aplicativo legal pra ler livros, e que desse pra ler completo sem pagar, já que a maioria dos apps são enganosos, e só dar pra ler um pedaço depois é preciso comprar o livro pra continuar a leitura. Acabei que eu encontrei o Wattpad, que é muito bom. Tem muita opção de livros e dar até pra ler sem estar conectada a internet. É só você escolher o livro, adicionar a sua biblioteca, e passar algumas páginas na leitura (tipo, rolar a leitura pra baixo, só um pouquinho, como se tivesse lendo mesmo). Depois quando estiver sem internet, dá pra ler o livro todo bem tranquilo.
Em fim, apesar de não gostar muito de ler livro online, eu estava roendo as unhas pra ler o mais novo livro da série, e poder ver o que se passava naquela cabecinha do lindo perfeito e encantador Ian Clark. E tudo que eu torcia pra acontecer na história, aconteceu.  Destinado é um livro completamente recomendável e não pode faltar na prateleira de quem amou os primeiros livros da série. Afinal, estamos falando do casal mais bobo e apaixonado, Ian e Sofia, que tanto amamos e que tanto nos cativam. Um livro de tirar o fôlego que mescla romance, drama e comédia. Pra mim o melhor livro da serie, me falta adjetivos para descrevê-lo, simplesmente amei. E essa frase de Ian descreve perfeitamente o que eu senti enquanto lia Destinado... “Meu coração enlouqueceu mais uma vez, sem saber o que fazer. Desacelerou, errou um batimento, disparou feito louco, então desacelerou, errou outra batida para disparar novamente. Ele estava dançando, e eu me apaixonando de novo.” 

Sinopse: Ian Clarke é um homem de sorte e sabe muito bem disso. Ele encontrou a felicidade que tanto almejava ao lado de sua amada (e complicada) Sofia. Não que tenha sido fácil - mas o que é simples quando o assunto é sua esposa? O destino tem sido gentil, e por essa razão Ian se esforça tanto para ser um bom marido, um bom pai, um bom irmão. Entretanto sua felicidade começa a ruir no baile de aniversário de sua irmã, Elisa. Ian assiste, impotente, enquanto sua vida perfeita se transforma em uma terrível catástrofe. A noite é desastrosa, e Elisa, a menina que ele jurou proteger, se torna alvo de um escândalo. Mas o pior ainda está por vir. Um assunto do passado, um pesadelo que há muito o persegue, retorna para assombrá-lo. Aterrorizado com a possibilidade de perder Sofia outra vez, Ian segue seu coração na tentativa de proteger a mulher que ama, sem se importar com as consequências. Ele só não suspeitava de que o preço a pagar seria tão alto... Em Destinado As Memórias Secretas do Sr.Clarke, os leitores vão conhecer um novo capítulo da arrebatadora história de amor de Ian e Sofia - desta vez pela perspectiva desse cavalheiro que conquista corações por onde passa. 

ALERTA MUITOS SPOILERS (Se você ainda não leu o livro e não gosta de Spoilers, sugiro não continue a ler o pôster.)
Como diz sinopse, o livro e destinado as memorias secretas de Senhor Ian Clarke, diferente dos livros anteriores que são contador por Sofia Alonso.  Após ele ter encontrado a felicidade que tanto almejava ao lado de sua amada (e complicada) Sofia. O destino mais uma vez procura intervê no destino do casal mais apaixonado do século 19. E dessa vez, Elisa, a irmã de Ian acaba sendo o passaporte pra ele viajar no tempo e finalmente conhecer o século vinte e um. Isso mesmo pessoal, Ian vai pro ano de 2011, e eu estava tipo assim, torcendo muuuuuito pra que isso acontecesse. E acontece. Eu dei altas gargalhadas vendo o nosso mundo pela percepção de um cavalheiro do século 19. Já deu pra imaginar né? A história se passa meses depois a pós o casamento de Ian e Sofia, sem muito mistério, o início narra a rotina deles, da Marina (a filha deles) e de Elisa, justamente na época do aniversario de dezessete anos dela. Um pequeno “incidente” ocorre durante o baile de aniversário da garota e ela é pedida em casamento, mas por Ian ter forçado o rapaz a pedi-la em casamento, Elisa se aborrece com o irmão. E na tentativa de pegar algo para ler em seu escritório para descontrair, acaba esbarrando com a “máquina do tempo” e sendo enviada para o futuro. Com o sumiço da, Ian presume que ela fugiu porque não queria casar, mas depois caba juntando as peças deixadas pela garota, e percebe que Elisa agora está em perigo sozinha no século vinte e um. Apavorado com ideia de perder a irmã e a esposa que decide também ir ao futuro para trazer Eliza novamente, ele acaba pulando na última hora e viajando para o futuro junto com Sofia para resgatar Elisa. É uma graça  vê-lo encantado com nosso mundo, e deliciosamente perfeito imagina-lo de calças jeans e camisas grudadinhas. Carina conseguiu uma façanha que muitos não conseguem: fez uma trilogia com os mesmos protagonistas e não ficou chato muito menos cansativo. O legal é que facilmente você se apega aos personagens, até mesmo os secundários (como os criados da casa), o doutor e seus amigos distantes (Nina e Rafa) que antes só eram pontes pra construção do romance, mas dessa vez se tornam vitais para o feliz para sempre do casal. Tem também a Marina, onde Carina conseguiu fazer com que a menininha recém-nascida tenha uma personalidade forte e, principalmente, se pareça muito com a mãe. Os momentos dela com Ian são de deixar qualquer um com um sorriso no rosto. O personagem “Rafa”, (Rafael), um personagem que foi desenvolvido nesse livro. Uma pessoa comum e ao mesmo tempo tão peculiar. Amei conhecer sua personalidade e sorri cada vez que auxiliou o Ian. E sobre as fadas madrinhas ou “APAM's”, só tenho uma coisa para dizer: que baita confusão vocês fizeram em! Hahaha. E, parece que o Breno, que aparece rapidinho na história, é um personagem de seu outro livro “Procura-se um Marido”. Bem legal a autora ter interligado as duas histórias mesmo que bem rapidinho. Um ponto positivo da serie, foi que ela aboliu completamente a escravidão do século 19, que, sim, ainda existia naquela época, então a gente acaba adorando tanto o seu Gomes quanto a Madalena (os criados dos Clarkes). Outra coisa muito legal que a Carina usou no romance, e que eu acho que foi uma jogada muito grande que deixou a história toda emocionante, foi, jogar flashs backs do passado mas do ponto de vista do Ian. Foi legal o ver contando a história do que eles estavam vivento, mas o que eu queria mesmo era saber tudo o que ele estava pensando desde quando conheceu Sofia, até a gravidez. A gente sabia o ponto de vista dela, mais a curiosidade mesmo foi de conhecer o dele. E ele conta tudo pra gente, tudinho mesmo. E convenhamos que o Senhor Clark não é tão cavalheiro assim, Hehehehe, digamos que ele tem umas memórias bem ousadas que devem ficar bem secretas mesmo, Hahahahaha. Apesar de Ian narrar em alguns capítulos os acontecimentos passados, o livro é muito mais do que isso, é uma continuação, uma nova história e um pouco do futuro deles.  Algumas coisas que me deixaram um pouco chateada na história foi o ciúme excessivo de Sofia, poxa ele era um cara do século 19, e não tinha como saber quando uma garota do século 21 estava dando em cima dele né.  Outra coisa que senti falta na história foi de um final pra Elisa, ela meio que ficou no fim.
O livro inteiro narrado por Ian, foi o que tornou esta história incrível do começo ao fim, e entre conhecer os melhores amigos de Sofia, ver com olhos curiosos várias coisas que ela já mencionou em detalhes, como o famoso banheiro, microondas e chuveiro ou perder a memória. Destinado é um livro que surpreende, encanta e deixa com muita, muita vontade de quero mais. Assim como Sofia em Perdida, é Ian agora que precisa se adaptar ao nosso século e assim como Sofia, precisa encontrar Elisa e salvar o sentido de sua vida. Carina conseguiu se superar! Destinado é uma continuação insaciável que a cada capitulo te faz querer mais um pouco. Ian e Sofia estão ainda mais apaixonados em Destinado. Ao longo desse livro, temos várias provas de que o amor. E é lindo de acompanhar o sentimento que eles tem um pelo outro, além de que o enredo traz algumas surpresas que podem colocar esse sentimento à prova, como o fato dele estar perdido no futuro e não conhecer mais mulher que ama. Lindo, lindo, mil vezes lindo! Eu me vi suspirando e desejando encontrar um homem deste na vida real. As narrações de alguns dos momentos mais importantes para o casal nos livros anteriores me deixaram com vontade de ler a série desde o começo novamente. Recomendado com certeza esse livro, que me apaixonou, frustou e me fez acreditar ainda mais no "felizes para sempre". O que será que nos aguarda no ano que vem hein dona Carina??? Ansiosa desde já pela história da Elisa. Ian e Sofia merecem um descanso de tanta confusão né? A autora já anunciou que a série Perdida terá mais seis volumes no total (este é o terceiro, o quarto será protagonizado por Elisa e Lucas, o quinto será sobre a Valentina e o último, com título provisório de Cartas Para Nina, será narrado por Sofia).

“- Eu soube que estava perdido no instante em que pus os olhos em você. Naquele momento, eu entendi por que parecia que eu estivera prendendo o fôlego desde sempre. Eu esperava por você, Sofia. Eu a amei no primeiro olhar. Eu a amei no primeiro sorriso. E no segundo, e no terceiro, e em todos os que vieram depois. Todo dia eu acordo e penso que é impossível amá-la mais do que já amo. E todo dia eu descubro que me enganei. Eu a amo cada dia mais, a cada dia de uma maneira diferente. E será assim por toda a vida, pois eu nasci pra amar você.”

4 comentários:

  1. Mulher? agora quero ler o livro.? que história é essa? Xonei.
    Vai para lista de livros que tenho que ler.
    Meu Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahaha, tem que ler mesmo, é ótimo. Mas sugiro ler pela ordem, primeiro "Perdida", depois "Encontrada".

      Excluir
  2. aii meu coração kkk fiquei com mais vontade de ler. Perdida sempre vai ser meu livro preferido <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu também, e ter a chance de ver as coisas pelo ponto de vista do Ian, melhora tudo. Hahahaha

      Excluir

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...