É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

18.2.16

Resenha: Cada Um na Sua Casa

Oi pessoal. Eu estava muito ansiosa, tipo, muito ansiosa mesmo pra assistir esse filme, Quando assistir o trailer e vi aquele bichinho fofo e colorido, amei logo de cara. E assim que saiu eu fui correndo assistir, então já deveria ter feito essa resenha há muito tempo, mais acabei me esquecendo. E hoje eu estava assistindo "de novo" e me lembrei de resenhar, já que eu adoroei essa animação. Então vamos lá. Já fiquei toda animada porque foi a Rihanna que fez a voz de Tip. A animação da DreamWorks estreou dia 26 de março. O filme é baseado no livro The True Meaning of Smekday, de Adam Rex, lançado aqui no Brasil pela Editora Gutenberg com o mesmo nome do filme. No filme, que dura pouco mais de uma hora e meia, conta a história de quando a terra havia sido invadida pelos alienígenas estranhamente fofos chamados Boovs, (pra chamar atenção das crianças e vender bonequinhos depois do filme, tipo os fofos dos Minions) que procuram refúgio dos seus temidos inimigos Gorgons. Para isso, realocam toda a humanidade em um único lugar (mais especificamente a Austrália) e tomam conta do resto do planeta. Quando a mãe de Gratuity Tucci, ou "Tip" uma garota hiper apaixonante, de 12 anos, é abduzida, e ela fica sozinha com seu gato chamado "Porquinho", na Pensilvânia. O protagonista é "Oh", um jovem alienígena (que é roxinho) atrapalhado e excluído. Para "comemorar" a invasão do novo planeta, eles, todos bem atrapalhados, decidem organizar uma festa. Oh, é o responsável pelos convites, mas ele acaba enviando o convite para a galáxia inteira, até mesmo para os Gorgons. Com o seu erro, o estabanado personagem vira o alvo nº 1 das autoridades (alienígenas, claro) e se une a Tip, que está a procura de sua mãe. 




A trama gira em torno do relacionamento construído entre os personagens. Durante essa viagem até Paris, que é onde eles conseguirão a informação de onde os humanos estão, muitas aventuras acontecem entre Tip e Oh, e também no espaço, onde os Boov estão pensando em uma forma de cancelar o envio da mensagem de Oh para toda a galáxia, antes que chegue aos Górgons. Vemos uma amizade crescendo e Oh acaba percebendo que os humanos não são tão simples de entender. O filme mostra que as diferenças, indiferentes de quais sejam, podem ser superadas quando há um sentimento verdadeiro de companheirismo e amizade. 


O 3D é ótimo. Sempre tive certa dificuldade pra assistir esses filmes mais antiguinho como Cinderela, Branca de Neve, Aladin, sabe, esse filmes que tem a imagem meio turva. Ainda bem as novas adaptações estão dando um show de qualidade. 


O filme pode não ser a melhor escolha pra alguém que já passou dos seus tempos de criança, e até mesmo se comparando a outras animações mais antigas. Apesar da trama fraca e relativamente confusa, vale apena assistir para se descontrair e rir com o pequeno alien que não consegue ficar parado quando alguma musica começa a tocar. Além de muita fofura e risadas o filme apresenta um contexto interessante. Ele ganha muito destaque em função da personagem principal quebrar os padrões das animações de sucesso. Morena, cabelos cacheados e cheia de personalidade, Tip põe pra fora aquele padrão branca, loira e sem sal. O filme foi adaptado de uma forma emocionante, Tip demonstra o amor que sente pelas pessoas á sua volta que é impossível não se sentir amado e a emoção dela transparecer para as pessoas que assistem!  É muito fofo o fato dos Boov trocarem de cor conforme seus sentimentos. E Oh passa por todos eles: medo, raiva, felicidade, tristeza e compaixão. Durante o trajeto, os dois aprendem lições importantes sobre o poder da amizade, da confiança e do respeito mútuo. O filme é incrível. A trilha sonora está apaixonante demais, tem músicas exclusivas da Rihanna e da J-Lo, é muito, muito pop. Algumas das musicas são: "Only Girl", "As Real As You And Me", "Dancing In The Dark", "Feel The Light".  É um filme colorido e cheio do que a gente mais ama, extra terrestres fofos e muita cor. 
Olhem que coisa fofa. Não é muito amor?

4 comentários:

  1. aaaaaaaai eu amo animação <3 eu nem tinha ouvido falar desse filme ainda, mas pelo que você resenhou já amei!! Quero assistir *-*

    http://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você gosta de animação, então vai adorar esse. É uma fofura só esses Aliens colorido, hehehehe.

      Excluir
  2. Esse filme é muito bizarro kkkkk Mas muito fofo.

    www.raposalaranja.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkk vrdade, é meio esquisitinho mais não tem como resistir aos encantos besta do Boov, hahahahaha

      Excluir

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...