É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

6.2.16

Liguei o Foda-se novamente

Eu voltei a ligar o "Foda-se" novamente, isso é tão bom. Eu passo tanto tempo na sombra das pessoas mais madura da minha família querendo ser um bom exemplo e uma pessoa de sucesso, que esqueço da minha verdadeira essência. "Não ser tão séria". Poder estar de volta ao meu quarto, lendo algum livro sem lógica ou assistindo alguma série boa, me faz ver o quanto eu não dependo de ninguém pra ser feliz. Fiz uma limpeza no quarto e retirei todo lixo que só me traziam lembranças ruins. Aquele meu desktop transformei em um cantinho de coisinhas fofas. Coloquei uma prateleira onde eu coleciono meus bonecos, a mesinha eu pintei de amarelo e em cima tem várias xícaras com lápis coloridos. Prometi a mim mesmo que ia usa-los pra transformar essa minha bolhinha preta e branca em algo melhor de se ver. Mudar a paisagem de vez em quando é uma boa ideia.  Hoje eu não sorrio tanto para as pessoas, mais fico horas em frente a TV rindo dos Minions cantando alguma coisa que não faz o menor sentido. Eu não saio de casa, mais sempre estou viajando em uma história louca que acabei de ler. Não me divirto com outras pessoas há um tempo, mais crio minhas próprias diversão no meu espaço. Não é solitário dar um tempo pra pensar mais em você do que nos outros. Eu gosto disso. Socialismo é bom, mais quando ele vem de forma multa. Viver a vida pra ser uma boa amiga, uma boa prima, uma boa filha e uma boa companheira só é bom quando essa compreensão vem de ambos os lados. Se entregar, mais também, ter alguém disposto a fazer o mesmo por você. Puxar a corda sozinha o tempo todo cansa, e eu cansei. E foi por isso que resolvi ligar aquele botãozinho, "foda-se", que já estava parado a um tempão, fazendo eu me preocupar com o que as pessoas pensavam ao meu respeito. Agora estou investindo mais em mim. Sem pressões, sem riscos, apenas euzinha sendo feliz. E já fica ai a dica pra você. Não tem que ser certinha sempre, ou ligar o tempo todo para o que as pessoas falam. Escolhe um dia na semana, um mês, ou pelo menos umas horas pra ser você mesmo. Fazer besteiras, jogar as cobertas pra cima e aproveitar pra depois da bagunça arrumar tudo do jeito que você quer. Se desligar do trabalho e da família que suga sua liberdade todos os dias, e apenas ser feliz. Viver sem rótulos, andar sem rumo, e sorrir sem motivos. Trocar os filmes sério por animações divertidas, e esquecer um pouco as saladas para comer um belo copo cheinho de sorvete de queijo com goiabada. Isso faz o ar entrar mais puro, faz você lembrar sua essência, faz você ver a simplicidade nos momentos mais simples da vida, e colocar em primeiro lugar "Você", apenas, "Você". Tira o dia pra ser livre e feliz do jeito que você quiser. Isso vai te fazer bem , pode acreditar em mim.

2 comentários:

  1. Amei seu blog. Já estou seguindo. Um beijãaao e sucesso sua gata!!!
    Meu blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haaa fico feliz em saber que gostou. Volte sempre minha linda <3

      Excluir

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...