É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

31.12.14

Que venha essa nova Vida


Então vem. Já me desapeguei das coisas, tentei o máximo esvaziar as bagagens. O necessário e o essencial são só o que eu levo hoje. Eu lutei muito, chorei muito mais conseguir, foi uma caminhada difícil, se focar apenas no alvo foi o meu maior desafio. Tantas luzes, tantos brilhos e beleza ofuscavam meus olhos e era impossível não para pra admirar. Eu me perdi, me apaixonei diversas vezes, quebrei meu coração em vários pedacinhos mais cheguei aqui. A maquiagem já está toda borrada e o salto acabou sendo substituído pelo velho All Star, o vestido já está surrado mais conseguir. Aquelas pedras eu já atirei no mar e as lágrimas já estão secas.

Por favor todos que me seguiram até aqui (os amigos e os inimigos) me perdoem. Não foi por mal machucar, é só que é difícil seguir um caminho sem saber onde ele vai dar tudo o que mais se quer é chegar ao final. Levei empurrões, tropecei, entrei em curvas erradas e tive que voltar tudo novamente. Mudei de opinião, deixei coisas boas escaparem das minhas mãos e nem me preocupei de correr atrás, chorei sobre meu velho sofá azul por horas e horas até a dor e a náusea passar. Escrevi textos que jamais serão lidos. Cantarolei musicas de amor enquanto arrumava a bagunça do meu quarto, mais a verdade não era que eu estava apaixonada, era porque às vezes aquilo servia como remédio pra um coração machucado. Li e reli meu livro favorito diversas vezes e amei. Amei muito. Amei ao ponto de me despedaçar por inteiro. Se eu me arrependo? Não. Não me arrependo, pois cada detalhe se tornou mais uma linha que foi traçada na minha história, e agora eu sei que estou pronta pra enfrentar tudo. Eu sei que as pedras não iram doer tanto como da primeira vez, e também sei que as palavras ruins não terão mais o mesmo efeito de antes.


Hoje eu sinto que tenho uma nova chance, uma nova vida. Uma nova história. É eu sei como é difícil fazer escolhas, parece que todas estão erradas que não vão dar em nada, que a vida é só um flash de um sonho. Mais agente faz, mesmo com medo, mesmo doendo, o negócio é respirar fundo contar até dez e continuar. Cada minuto, cada palavra perdida faz toda diferença. Hoje é dia de festejar. Agradecer por cada minuto que passou e por ter chegado até aqui, de agora pra frente será outra fase, uma de muitas. Não dá pra desistir. Não mais. Já fiz minha lista das coisas que não conseguir conquistar antes, elas serão minha meta hoje. Vou tomar mais cuidado com o que vou falar, não quero mais perder ninguém, decepções não pode mais fazer parte da minha vida, eu quero festa, bebida, amigos, família e um ano novo. Uma vida nova. Eu quero mesmo é recomeçar do zero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...