É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

20.9.14

Resenha: Capitão América - Soldado Universal

Esse é de longe o melhor filme da Marvel desde Homem de Ferro ou se é simplesmente o melhor filme da Marvel - deixando de lado, é claro, as franquias X-Men e Homem-Aranha. O novo longa do Capitão chega para dar um gás no universo da empresa dos quadrinhos. O filme não é sobre um personagem, não é um show de um homem só, como é Iron Man ou O Incrível Hulk. É sobre o mundo Marvel, apresentando inúmeros personagens e referências. Conta com uma boa dose de humor, mas não se perde em momentos cômicos. E ainda oferece antagonistas realmente perigosos e temidos, superando o próprio Capitão América. Marvel consegue trazer um dos melhores filmes até agora e mostra que a fase 2 nos cinemas tem muito a acrescentar. Os diretores Joe e Anthony Russo conseguiram superar as expectativas.
Sinopse: The Avengers da Marvel, Capitão América 2: O Soldado Invernal encontra Steve Rogers, também conhecido como Capitão América, vivendo tranquilamente em Washington, DC e tentando se ajustar ao mundo moderno. Mas quando um colega da S.H.I.E.L.D. é atacado, Steve se vê preso em uma rede de intrigas que ameaça colocar o mundo em risco. Unindo forças com a Viúva Negra, o Capitão América luta para expor a grande conspiração enquanto enfrenta assassinos profissionais enviados para silenciá-lo a todo momento. Quando a dimensão da trama maligna é revelada, o Capitão América e a Viúva Negra pedem ajuda a um novo aliado, o Falcão. Contudo, eles logo se veem enfrentando um inimigo formidável e inesperado — O Soldado Invernal.
Nessa continuação, o pano de fundo é a vigilância e a guerra ao terror. Não por acaso, ao longo da sessão você vai achar que está vendo um filme sobre conspirações, segredos do governo entre outras coisas. A origem do Soldado Invernal é bem fiel aos quadrinhos e o modo como ele foi inserido na história foi muito bem adaptado. Sem pressa e atualizando o que foi mostrado nos quadrinhos.
As melhores fases do Capitão América nos quadrinhos colocam o chamado "Sentinela da Liberdade" em confronto com sua própria origem. Fruto de uma época mais simples, em que o mal era facilmente identificável pela suástica invertida no ombro, o super-herói vestido com a bandeira dos Estados Unidos representa um ideal patriótico americano tão ultrapassado quanto seus 73 anos de idade. Na história, depois de uma missão nebulosa, o Capitão América e a Viúva Negra (Scarlett Johansson) deparam-se com uma realidade inesperada dentro da organização em que trabalham, além de uma nova ameaça mascarada, o ciborgue Soldado Invernal. Assim, partem ao lado de um novo aliado, o Falcão (Anthony Mackie, ótimo em ação), para impedir uma potencial catástrofe.
O grande tema do filme é sobre poder e controle. Eu poderia dizer que é sobre Steve Rogers preso em um mundo que não criou, mas alguém lembraria que esse era o slogan de Howard The Duck. Rogers não desgosta do nosso mundo, mas tem dificuldades em aceitar o quão cinza ele é. A SHIELD é uma organização de espionagem. Rogers trabalha para eles por lembrar de que em seu tempo fez muita coisa moralmente questionável, em nome do bem maior, e que nem naquela época o mundo era em preto e branco, mas ainda havia confiança. Mas só embate do vilão contra o Capitão América já vale o ingresso. E a inclusão do Falcão da um toque do humor e uma boa dose de ação.
O filme inclui duas cenas de epílogo. Uma, após os créditos principais, envolve personagens ligados a Os Vingadores 2 – A Era de Ultron e um dos grandes inimigos do Capitão América. Já a outra é mais curta, após todos os créditos, dedicada ao Soldado Invernal. Além de funcionar como um elo para o próximo filme dos Vingadores, Capitão América 2 – O Soldado Invernal abre muitas portas para a terceira aventura do Sentinela da Liberdade.
Mas não é apenas por ser o Capitão América (o primeiro herói e vingador). Esse é um trabalho para aplaudir de pé. Ele é definitivamente, até agora, o melhor filme da fase 2. E não só pela sua qualidade como filme isolado, mas sim por sua ousadia ao conseguir se conectar com outras tramas de filmes anteriores como Homem de Ferro 2 e Vingadores, seriados de TV como Agentes da SHIELD e futuros projetos como Vingadores 2 e até o não anunciado Doutor Estranho. É um filme sem igual é eu super indico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...