É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

17.4.14

Bruna Vieira de Depois dos Quinze

Nunca ouviu falar da Bruna Vieira? Conheça a história de Bruna Vieira, do blog Depois dos Quinze, o Melhor Blog do CH Awards 2012! Bruna Vieira dispensa apresentações. Como ela mesma já declarou numa entrevista ao site da CAPRICHO, ela passou “da garota que ninguém queria conversar para a garota que as pessoas falam sobre”. E toda essa mudança começou a acontecer quando Bruna criou há 4 anos o blog Depois dos Quinze, o Melhor Blog do CH Awards 2012! Naquela época ela nem imaginava que poderia se mudar para São Paulo, se tornar colunista da CH, fazer intercâmbio e escrever um livro. Saiba mais sobre a história da Bruna nessa entrevista exclusiva!


CH: Bruna, quantos anos você tinha quando criou o blog? Por que você decidiu criá-lo? Bruna: Criei o blog em novembro de 2008. Na época ele não chamava Depois Dos quinze, até porque eu ainda nem tinha completado essa idade ainda. Ele surgiu em uma época complicada da minha vida. Eu tinha problemas para me relacionar com os colegas da minha turma e ainda tinha acabado de passar por uma desilusão amorosa. A maneira que encontrei de superar tudo isso foi criando meu próprio espaço na internet. Sempre fui tímida, então o computador era meio que meu BFF. Para falar a verdade, acho que ainda é! Hahaha! 
CH: Você imaginou que ele faria tanto sucesso? Quando você percebeu que o blog estava se tornando tão grande? Bruna: De forma alguma. Criei mais como um diário virtual mesmo. Na época eu nem sabia que levava jeito para escrever. Meus textos eram cheios de erros bestas de português. Fui aprendendo e levando tudo isso a sério com o tempo. Quando me dei conta, várias meninas já acompanhavam o blog diariamente e empresas estavam interessadas em anunciar. Nesse momento percebi que aquilo poderia mudar minha vida.
Bruna Vieira Depois dos Quinze
CH: Agalera na escola mudou o jeito como falava com você e como te tratava depois que você ficou conhecida? Como era sua relação com os pessoal na escola antes disso?
Bruna:
No começo algumas pessoas não levaram o blog a sério. Viviam me chamando de "emo" simplesmente porque eu gostava de escrever sobre os meus sentimentos. Com o tempo e reconhecimento do público, grana e as viagens, tudo mudou. Acho que de certa forma mostrei para eles que não é legal julgar alguém dessa forma. Tento sempre falar sobre isso nos meus textos. A adolescência é a fase em que temos para descobrir todas as possibilidades que a vida nos proporciona. Então, não temos motivos para ficar nos limitando com esses rótulos, né?! 

CH: Quando e por que você decidiu vir para São Paulo? Como você conversou com seus pais sobre isso? Eles aceitaram? Bruna: Em 2011 o blog já me dava uma graninha. Na época, eu tinha certeza que mudando para São Paulo, surgiriam novas possibilidades. Como minha família não tem condição para me bancar em outra cidade, a única solução foi deixar baladas e compras de lado, para no futuro, me tornar totalmente independente. No começo a família toda ficou contra, falando que era perigoso demais, mas meus pais sempre acreditaram que tudo isso poderia dar certo. É melhor tentar do que depois ficar pensando como poderia ter sido, né?
Zooey cadelinha da Bruna Vieira
CH: Como foi mudar para uma cidade tão grande, ainda mais sendo tão nova? Foi difícil se adaptar? Bruna: No começo eu sentia falta de absolutamente tudo. Dos meus amigos, da minha cadelinha Zooey que ficou em Leopoldina, do meu ex-namorado, e claro, dos meus pais. Lembro que nas primeiras semanas eu me sentia tão sozinha que ia para o mercado conversar com a funcionária do caixa. RISOS. Depois, com os cursos e eventos que participei, acabei fazendo novos amigos. Conheci pessoas que vivem no mesmo universo que eu. Essa identificação foi fundamental. Só então entendi que o meu lugar agora é na vida que eu sempre sonhei. Acredito que mais cedo ou mais tarde, todos nós teremos que fazer escolhas importantes. Por aqui isso aconteceu quando eu ainda tinha 17 anos.

CH: O que na sua vida aqui em São Paulo é diferente da sua vida lá em Minas? Bruna: Tudo! A rotina, as pessoas, a comida, o clima... Em São Paulo as coisas acontecem em uma velocidade diferente. O tempo passa mais rápido e as pessoas estão sempre atrasadas. Estou batalhando muito para conseguir juntar dinheiro e trazer minha cadelinha pra cá. Acho que assim vou poder chamar aqui de "casa" sem nem pensar duas vezes.
 CH: O que mudou da Bruna de hoje para a que criou o blog Depois dos Quinze? Bruna: A Bruna que criou o blog não tinha coragem de mostrar para o mundo quem ela realmente era. Enxergava barreiras em absolutamente tudo que acontecia. Hoje em dia, encaro esses desafios como motivação para continuar seguindo em frente. O destino foi muito bom comigo, então o que eu posso fazer para agradecer é dar o meu máximo sempre que possível.
Bruna Vieira Depois dos Quinze
CH: E o livro “Depois dos Quinze – Quando tudo começou a mudar” que está sendo um sucesso?! Como foi o processo de escrever o livro, achar uma editora?
Bruna:
Quem me indicou para o pessoal da editora foi minha professora de história do ensino médio. Ela gostava dos meus textos nas provas e acabou comentando isso com uma amiga. No final das contas, essa amiga também gostou do meu trabalho e, em outubro desse ano, surgiu o convite. Eu nem acreditei quando abri o email. Parecia pegadinha, sabe? Só quando fechamos as datas percebi que era real. Sei que existem muitas pessoas que escrevem bem por aí. Encontrar uma editora interessada não é nada fácil, mas acredito que o blog ajudou bastante nisso. Já tenho o meu público. Quando eles fizeram a proposta, já sabiam que o livro teria aceitação no mercado. Portanto, se alguém aí gosta de escrever, aproveite a internet para conseguir divulgação. É grátis e os comentários fazem com que você tenha ainda mais vontade de escrever.
CH: Nossa! E o que você sentiu quando o livro ficou pronto e foi lançado? Era um sonho?
Bruna:
Quando peguei o livro pela primeira vez senti uma coisa muita boa dentro do peito. Como se um ciclo da minha vida estivesse terminando. Nos textos, coloquei todos os sentimentos que vivi durante quatro anos mais intensos da minha vida. Mudança, bullying, amor platônico, amizade... Cada palavra ali carrega uma história vivida ou imaginada por mim. Fazer com que outras pessoas, de alguma forma, vivam tudo isso é com certeza incrível.

Bruna Vieira Depois dos Quinze
CH: Você ainda vai viajar para que cidades para lançar o livro?
Bruna:
Já fizemos lançamento em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Para o ano que vem estamos planejando eventos em várias cidades do país. No sul e nordeste também. As meninas podem aguardar porque logo logo estarei chegando para beijar e autografar o livro de todo mundo!
CH: Quais são seus novos sonhos e objetivos?
Bruna:
Meu sonho agora é aprender inglês e entrar na faculdade. Metas que já estão na minha listinha de 2013! Também pretendo publicar mais um livro (dessa vez um romance) e morar algum tempo fora do país. Quero conhecer o mundo para conseguir escrever e inspirar ainda mais pessoas. Acho que o melhor jeito de fazer isso é viver intensamente e conhecer culturas diferentes.
Se você ainda não conhece a fofa, corre lá no blog Depois dos Quinze e aposto que você vai adorar o blog,com as matérias super divertidas e textos inspiradores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...