É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

18.10.13

Japão em Seus Custumes

1) Filmes de terror
Não existem monstros ou zumbis nos filmes japoneses de terror o medo vem do psicológico (o que dá mais medo ainda!). Os filmes j-horror (j de Japão e horror, em inglês) se tornaram febre nos anos 90 e inspiraram muitos dos filmes de terror americanos, como "O Chamado" e "O Grito". 


2) Hello Kitty
O nome real dela é Kitty White, mora nos arredores de Londres com sua família e tem uma irmã gêmea, Mimmy, que usa o laço do lado esquerdo Kitty usa do direito. A mais famosa personagem japa foi criada em 1976 pela empresa Sanrio. Kitty tem até namorado, o Dear Daniel.

3) Karaokê
O Japão tem mais de 100 mil karaokê-boxes espalhadas pelo país. Essas salas, às vezes, ocupam prédios inteiros. É nesses boxes que toda a timidez e o estresse do Japão vão embora. Hoje, por lá, tem karaokê no celular, no carro e na internet. Ah, em japonês, a palavra significa orquestra vazia.

4) Macarrão instantâneo
Foi considerada a maior invenção japonesa do século 20. Tudo começou com Momofuku Ando, que queria criar um prato que fosse prático e barato para um Japão pobre e em recessão, que acabara de sair da guerra. Resultado: mais de 5 bilhões de refeições por ano só no país.

5) Moda urbana
Os japas encontraram na moda a melhor forma de se expressar. Vale tudo nas ruas de Harajuku, Ginza, Odaiba e Shinjuku, em Tóquio, e nos bairros de Amerika-Mura e Umeda, em Osaka. As japas são especialistas em pegar uma coisa que já existe e fazêla virar moda novamente. Foi o que rolou com as plataformas. Agora são os looks vitorianos das lolitas
que viraram uma tendência. 


6) Nintendo
Uma das maiores empresas de jogos do mundo e a terceira mais valiosa do Japão, a Nintendo começou fabricando baralhos de hanafuda, um jogo de cartas tipicamente japonês. Foi só na década de 70 que a empresa considerada uma das mais criativas do planeta passou a investir em jogos eletrônicos. Deu certo. Quem nunca ouviu falar em Super Mario Bros., Donkey Kong e Zelda? 


7) Mangá
Desde o século 11, os japoneses contavam suas histórias com base em ilustrações. Mas foi só no século 20 que os personagens de olhos grandes e amendoados invadiram o mundo. Virou febre: só o mangá move mais de 3 bilhões de dólares por ano no Japão. 

http://i99.mindmix.ru/s49.radikal.ru/i125/1204/2a/c0063c071a5f.jpg
8) Penduricalhos
Os japas adoram customizar tudo. E a maneira mais fácil que encontraram para fazer isso foi com o strap, aqueles penduricalhos que aqui, no Brasil, são mais usados em celulares. Podem ser grandes, terem luzinhas, fazerem barulho. Alguns têm até calculadora!


 
9) Tapete de dança
Seu nome é Dance Dance Revolution. Foi criado em 1998 e virou mania: há competições em todo o mundo e na Noruega virou esporte oficial. Para quem quer levar a balada para casa, existem versões para Playstation, Nintendo Wii e Xbox. O DDR tem quatro comandos. O que tem cinco é coreano e se chama Pump It Up.

10) Walkman
Se hoje existe iPod, agradeça a Nobutoshi Kihara, que em 1979 inventou o Walkman. E pensar que ele foi criado porque um dos fundadores da Sony, Akio Morita, queria ouvir óperas durante viagens de avião. No começo, o Walkman tocava fitas cassete. Os de agora tocam MP3, é claro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...