Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

26.9.13

Barbie...


Olá pessoal, recentemente estava olhando a matéria de uma atriz Valeria Lukyanova e resolvi fazer uma matéria sobre a Barbie. Tá... Eu sei... Isso é meio infantil, mas é que eu estava relembrando a minha infância, adorava brinca cm aquelas bonecas... Então vou escrever um pouco sobre a origem dela. E colocar a matéria sobre essa tal Barbie Humana. Voilá! Barbara Millicent Roberts , a boneca Barbie, é um popular brinquedo infantil, cuja criação data de 9 de março de 1959. O brinquedo é produzido pela Mattel.  A Barbie é uma boneca e foi criada por Ruth Handler e o seu marido Elliot Handler em 1959, que tinham uma filha de nome Barbara. Observavam Barbara que brincava apenas com bonecas bebês quando criança. A menina era apaixonada por bonecas. Quando cresceu, já pré-adolescente, seu pai observou que Barbara ainda brincava com as suas bonecas. Então, a sua mãe, Ruth Handler, teve a ideia de criar uma boneca adolescente. O modelo original da Barbie foi baseado numa boneca erótica alemã. O primeiro lote de bonecas Barbie era tão parecido com a boneca original, que a Mattel teve de pagar uma indenização.



Encomendada ao designer Jack Ryan, em 1958, a boneca foi lançada oficialmente na Feira Anual de Brinquedos de Nova York, a 9 de Março de 1959. Ruth e Elliot Handler eram donos da empresa de brinquedos Mattel, onde a Barbie foi fabricada. A boneca foi vendida a 3 dólares, nos primeiros exemplares, que teve 340.000 bonecas. Logo após o seu sucesso de vendas foram criadas outros modelos de Barbies (como a barbie dançarina) e logo a boneca também ganhou uma família: em 1961 chega seu namorado Ken. Ken também sempre acompanhou a moda da época, e variava o corte do cabelo de acordo com o último estilo. E vivia no mundo da moda. A Barbie também foi a primeira boneca a ser maquiada e a receber acessórios. Continuou a sua trajetória em 1960, lançou novos modelos agora ainda mais inspirados na moda contemporânea. Na linha My Fab Sisters de 2011, a Barbie têm 3 irmãs Skipper, Stacie e Chelsea.

Influências

A influência da Barbie nos dias de hoje é visível e sem dúvida marcante. Existem sempre comparações e citações da boneca mais vendida do mundo: costuma-se chamar alguém de Barbie por estar vestida de rosa, ou por ser loira. Isso prova que a Barbie valorizou uma linha de preocupação com a estética, beleza e ajudou a criar um padrão de beleza. A moda da boneca influencia a sociedade, pois ela procura sempre simbolizar uma mulher ou moça bonita, inteligente, amiga, companheira, meiga e politicamente correta. A Barbie marcou gerações inteiras e continua até hoje, devido a personalidade que lhe foi associada e o padrão de beleza que simboliza. Não é raro muitas meninas e adolescentes quererem se parecer com a Barbie. A Barbie influenciou uma nova conduta em mulheres e crianças e criou uma nova identidade social que é perceptível em crianças, adolescentes e mulheres do mundo todo, mesmo sendo uma boneca originalmente norte-americana. Além disso a boneca Barbie também foi imitada, não por uma boneca, mas simplesmente por uma mulher. Hoje feitas as cirurgias ela é considerada uma Barbie humana.

Desde os anos 80, começaram a aparecer alguns modelos limitados da Barbie, verdadeiras relíquias para coleccionadores. São Barbies de várias épocas, reproduzidas com riqueza de detalhes. São modelos que, de alguma forma, fazem uma homenagem, lembrando alguém ou alguma época, como a Barbie patriota, de roupa militar da revolução americana do século XVIII. Fazem parte desse universo também as Barbies de fantasia, vestidas de fada, pássaro ou anjo, assim como as carreiras, de bailarina (que teve várias versões, em 1961, 73, 76, 91 e 98), cantora, pianista, médica, professora, policia, piloto e astronauta, etc. Em 1980, teve início a coleção étnica, com modelos vestidas de roupas típicas de vários países, como México, Chile, Jamaica, Brasil, Inglaterra, Holanda, França, Itália, Japão e Nigéria. A partir dos anos 90, foi criada uma coleção de alta-costura pelos designers da Mattel, inspirados em grandes costureiros, como Givenchy. Aliás, muitos estilistas famosos vestiram a boneca em várias ocasiões, como Christian Dior, Coco Chanel, Donna Karan, Giorgio Armani, John Galliano, entre muitos outros, e também marcas como a Gucci ou a Levis. Versões românticas e clássicos do cinema, teatro e televisão também vestiram Barbie e Ken, como Romeu e Julieta, O Feiticeiro de Oz, Star Trek e Toy Story, tal como algumas divas, Marilyn Monroe, Audrey Hepburn, Elizabeth Taylor e Vivien Leigh, que tiveram Barbies vestidas à imagem das suas personagens mais famosas. Também foram criadas barbies inspiradas em series de TV como I Love Lucy e Jeannie é um Génio. Ou filmes como Grease, High School Musical, E o Vento Levou, entre outros. Também no filme High School Musical a personagem Sharpay (Ashley Tisdale) é uma versão má da Barbie incluindo roupas, armário da escola, carro e tudo mais cor-de-rosa e o típico cabelo louro. As atrizes e cantoras Anahí, Dulce María e Maite Perroni também ganharam suas versões da Barbie quando participaram da novela mexicana Rebelde, as bonecas vestiam o mesmo uniforme do colégio da trama.
A Barbie já lançou e irá lançar vários filmes:


A História de Valeria Lukyanova, a Barbie da vida real!


Agora mulheres estão usando cirurgias e maquiagens para virarem bonecas. Essa moda está maior no Japão onde elas tentam ser bonecas de quadrinhos, os famosos mangás. Mas hoje eu trago uma garota Russa, chamada Valeria Lukyanova que conseguiu se transformar numa boneca e agora é chamada de Barbie humana! Valeria Lukyanova afirma só ter colocado silicone. Ela diz gostar de meditação, acreditar que o interior é muito mais importante que o exterior e sonha ainda em viver se alimentando apenas da Luz do sol. Ela ainda afirma ser de "outro universo", e apesar de ser casada, nega fazer sexo. Com essas afirmações fica mais estranho ainda pq uma garota tão esotérica faz dietas rigorosas e faz de tudo pra chegar a uma perfeição exterior. Valeria Lukyanova fez sucesso por ser parecida com a boneca mais famosa do mundo! Mas será que a Barbie Humana existe mesmo? Em abril de 2012, algumas fotos de uma garota parecida com uma boneca apareceram na web. A moça, de acordo com algumas reportagens, se chama Valeria Lukyanova e não fez nada (nenhum procedimento cirúrgico) para ficar igual a uma boneca. O que eu não acredito.



Ela causou polêmica no mundo inteiro por ter se transformado numa verdadeira boneca da vida real. Isso através de intervenções estéticas e rituais de beleza com o objetivo de ser a mulher “mais perfeita da Internet” e uma cópia fiel da Barbie, pela qual tinha obsessão quando era criança. Valeria Lukyanova, de fato, conseguiu popularidade nas redes sociais: até o momento, são 780 mil seguidores no Twitter e a página no Facebook já passa dos 880 mil fãs. Além da fama na web, a ucraniana de 23 anos ganhou também um documentário sobre sua vida. O cinegrafista da revista britânica "Vice", Will Fairman, viajou até o país para acompanhar, de perto, um pouco da rotina de Valeria e contá-la em vídeo. “Eu a segui e descobri que ela dá palestras sobre espiritualidade. Valeria acredita ser de outro planeta. Acha que é de Vênus, mas não tem certeza. Afirma que de onde veio, só existe ‘amor e alegria’ entre as pessoas. Ela realmente acredita que veio de outro mundo”, disse Fairman em entrevista ao jornal britânico “Daily Mail”.
VALÉRIA MANTÉM 45 KG À BASE DE UMA DIETA DE ÁGUA E SUCO DE FRAMBOESA (Foto: reprodução/facebook)
O videomaker contou também que durante as gravações, Valeria e o marido, que trabalha como seu empresário, passam o tempo todo discutindo coisas como teorias de vida antes do surgimento do planeta Terra. A reação das pessoas ao vê-la também é assunto entre eles. “A mídia só foca na negatividade, em mostrar o lado ruim e os defeitos das pessoas. Há comunidades na Internet que compartilham fotos ruins sobre mim e falam com ódio sobre meu trabalho”, explica no documentário.
"VALÉRIA NÃO É UMA FARSA", AFIRMA CINEASTA QUE FEZ DOCUMENTÁRIO SOBRE A UCRANIANA (Foto: reprodução/facebook)

A dramática vida real de Barbie e Ken

Achei a obra de Mariel muito interesante, apesa dele usar uma forma de expressas a realidade da vida humana meio profunda, mais é bem legal. Ele cria ensaios com as bonecas da Barbie colocando elas na vida real. Em vez daquela Barbie meiga e doce que costumamos ver nos filmes, ele usa elas como uma dona de casa, uma psicopata e uma viciada em sexo. Mariel Clayton é uma fotógrafa inusitada. Numa visita a uma loja de brinquedos durante uma viagem à Tokio, Mariel começou a ter ideias de contar histórias através de bonecas. O que posso dizer é que é um trabalho muito interessante, divertido de apreciar e minucioso. O fotógrafo Mariel Clayton, criou esse ensaio com Barbies transtornadas, como se fosse a vida real delas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário