É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

5.8.13

Quando entra um novo mês


Enquanto navegava na internet ontem, percebi uma coisa que me fez refletir muito. Toda vez que entramos em um novo mês, por exemplo, ontem foi dia 1º e todo mundo começa a fazer seus pedidos: "Que março seja melhor que fevereiro""Março, me surpreenda", enfim, ficam implorando para que esses trinta e um dias do ano "valham a pena". O pior de tudo é que, todo mundo coloca uma pressão no certo mês, esperando que "ele" faça algum milagre perfeito nas nossas vidas. O garoto mais lindo da escola vir falar com você, emagrecer em uma semana, encontrar o emprego dos sonhos... São acontecimentos possíveis, mas que não vão acontecer magicamente só por que um novo mês chegou.

Nós seres humanos somos um pouco preguiçosos, queremos sempre que tudo aconteça da maneira mais fácil, e se possível, de maneira nenhuma, apenas acontecendo e pronto. Por isso, vim só te dar um toque. Lembra aquele trabalho que aquela professora que você mais odeia passou para entregar na semana que vem? Você pode não estar dando a mínima para ele nesse momento, mas ele pode evitar uma grande bomba de problemas que está por vir. Comece com o trabalho, e vá aprofundando mais. Levanta dessa cadeira e começa a "eliminar" os problemas da sua vida, delete o que não te faz bem, suma com o que não te acrescenta nada. Vai até o espelho, pega um batom bonito. Penteia o cabelo, escolhe uma roupa que você gosta. Tem quanto tempo que você não usa aquele esmalte lindo que todo mundo elogia? Levanta essa auto estima. Sorria para as paredes, dê bom dia para o vizinho. Lembra do que te faz feliz, do que te completa, do que te preenche e o que não te afeta.
Se a gente for parar pra pensar, ser feliz é fácil de mais. Jogar a culpa no mês? Que nada. Azar não existe meu amigo, isso depende do seu ponto de vista. A sua sorte é você quem faz. Aproveita que o mês começou agora e esquece essa mania de querer culpar o "acaso". Pega uma folha de papel e anota tudo aquilo que você quer melhorar, acrescentar, aperfeiçoar, mudar. Quando você ver, o mês já passou. E tudo o que você planejou durante meses e meses aconteceu naturalmente em trinta e um dias. É aí que a gente repara que nada na vida é questão de tempo, ano, mês, dia, lugar, hora... Apenas depende da gente e de mais nada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...