É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

31.7.13

Mensagens :)


Porque eu jamais seria capaz de deixar de sonhar...


Quantas vezes eu quis ser uma borboletinha de asas coloridas para rumar ao céu e colorir ainda mais um jardim... 
Como se eu fosse mais que uma borboleta colorida... 
Como se eu fosse um lindo arco-íris... 
Como se eu pudesse sair por aí espalhado sorrisos... 
Assim, até como uma borboletinha de asas coloridas eu teria grandes sonhos...  
Porque eu jamais - nunca mesmo - seria capaz de deixar de sonhar...
Os sonhos são os alicerces da minha vida. 
É sempre depois de um sonho que tenho força para lutar...


|Mila Ferreira


Disse a flor para o pequeno príncipe: é preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas. 
(Antoine de Saint-Exupéry)

Quando a gente lhes fala...


Quando a gente lhes fala de um novo amigo, as pessoas grandes jamais se interessam em saber como ele realmente é. Não perguntam nunca: "Qual é o som da sua voz? Quais os brinquedos que preferem? Será que ele coleciona borboletas?" Mas perguntam: "Qual é sua idade? Quantos irmãos ele tem? Quanto pesa? Quanto ganha seu pai?" Somente assim é que elas julgam conhecê-lo.

[Saint-Exupéry in: O Pequeno Príncipe]

_ As pessoas vêem as estrelas de maneiras diferentes. Para aqueles que viajam, as estrelas são guias. Para os outros, elas não passam de pequenas luzes. Para os sábios, elas são problemas. Para o empresário, eram ouro. Mas todas essas estrelas calam. Tu, porém, terás estrelas como ninguém nunca as teve...
_ Que queres dizer?
_ Quando olhares o céu à noite, eu estarei habitando uma delas, e de lá estarei rindo; então será, para ti, como se todas as estrelas rissem! Dessa forma, tu, e somente tu, terás estrelas que sabem rir!


(O Pequeno Príncipe - Antoine Saint-Exupéry)

O Amor muitas vezes é silêncioso





Eu te amo, mas você não precisa me amar e isso é o ruim do amor: você ama alguém sabendo que não pode exigir o mesmo amor de volta, porque amar alguém não significa que esse amor será recíproco, nem que esse alguém precisa saber que você o ama. O amor muitas vezes – quem sabe, na maioria das vezes – é silencioso. E nesse silêncio eu sei que já fui amada, só não sei por quem...

[Camila Márcia]

"O homem ama, porque o amor é a essência da sua alma. Por isso não pode deixar de amar." (Tolstói)

Um sorriso lhe cai bem...


 Quando olho pro teu rosto delicado e lindo tenho certeza que um sorriso lhe cai bem, então, seca estas tristes lágrimas que insistem em rolar. Espirra essa dor e respira fundo, enche o peito de felicidade e depois saia por aí a encantar o mundo. Vai menina, porque você é muito mais forte do que imagina...
Eu sei que um sorriso lhe cai tão bem... Então, pra quê se consumir em lágrimas? 


|Mila Ferreira


"E a minha alma alegra-se com seu sorriso, um sorriso amplo e humano, como o aplauso de uma multidão" (Fernando Pessoa)

"Eu sei que é daquele sorriso que minha alma precisava." (Tati Bernardi)

...minha noite está vazia...


É noite e a saudade bate descontrolada à minha porta, passei o dia todo pensando em você e quase pude materializá-lo em meus pensamentos e tocá-lo fisicamente. Mas, minha noite está vazia... Grande e longa demais.
A saudade bateu à minha porta eu não quis abrir então, ela pulou a janela e se sentou ao meu lado – melhor: dentro de mim – e me parece que passará a noite e a madrugada me fazendo companhia.
Estou chocada. Como esta saudade parece ser elástica e se estica por todo o meu corpo e envolver cada um dos meus pensamentos com o seu nome a martelar tresloucadamente em minha cabeça e vergastar minha calma.
Eu preciso de sua presença, do calor do seu corpo, do som da sua voz, do seu abraço que me acalma, dos seus beijos que me desarmam, preciso escutar a sua risada e vê-lo sorrir para mim...
Eu preciso de você... Dos toques, beijos e carinhos, cafuné, massagem... Preciso de cada centímetro de sua pele, dos seus lábios para poder beijar e corpo para abraçar.
Por que você está fisicamente tão longe de mim e tão dentro do meu coração?
Estou apagando as luzes do abajur. Sinto-me cansada. Vou tentar dormir com esta saudade sem poder mata-la.


|Mila Ferreira


"Pra não pensar na falta, eu me encho de coisas por aí. Me encho de amigos, bares, livros, músicas..."
(Tati Bernardi)

Hoje eu vou sorrir...


Hoje eu vou sorrir, mesmo que te doa, mesmo que isso não faça parte dos teus planos. 
Faz parte dos meus dar um sorriso fácil e receber muitos sorrisos, guardá-los debaixo do travesseiro e escutá-los todas as vezes antes de dormir como se fossem a mais bela das orquestras.  
Já cansei de guardar meus sorrisos, já cansei de ser triste por sua causa. O tempo mudou: sabe aquela tempestade? Ela virou chuva, se transformou em garoa e agora passou. Saiu o arco-íris e é a coisa mais linda! Não esqueci a tempestade, não esqueci de nada, mas tomei uns analgésicos e a dor, aos pouquinhos, vai passando. E mesmo que você venha ameaçar meu dia com chuva, hoje vai fazer sol!!! E a previsão do tempo de amanhã também é sol, um sol digno de praia. 
Mas amanhã é amanhã, embora eu saiba que também vou sorrir, vou começar a sorrir logo de hoje, porque a vontade pulsa em mim, anima tudo aqui dentro do meu corpo e eleva minha alma. Eu vou sorrir porque quero! Porque nada do que você faça hoje roubará o meu sorriso de mim...
Tem coisas que só fazem bem para a gente, hoje, sorrir é o meu melhor remédio.
Que se dane o mundo, eu vou sorrir do mesmo jeito, pois aprendi que é preciso ser egocêntrica de vez em quando...

[Camila Márcia]

"Para toda malícia, tem uma inocência. Para toda chuva, tem um sol. Para toda lágrima, tem um sorriso."
(Tati Bernardi)

Vou me enganar mais uma vez, fingindo que te amo às vezes, como se não te amasse sempre.*

*Tati Bernardi

A gente tenta se enganar e esconder as dores, mas no fundo, não conseguimos nos convencer de que não estamos sentindo nada. Ficamos impotentes quando se trata de nossos próprios sentimentos.

[Camila Márcia]

O amor é quando começamos por nos enganar a nós próprios e acabamos por enganar a outra pessoa. (Oscar Wilde)

Traição


“Você pode ficar com a casa e tudo o que está dentro dela. Não vou deixar faltar nada a você”. Essas foram as palavras ditas por Mateus aos sair de casa para ir morar com a Outra.
Sete anos de namoro e dois de casamento e ele me deixava. Meu coração partido sangrava. Não encontrei palavras e nem formas para evitar o que estava ocorrendo, por mais que eu pensasse, não conseguia entender o que tinha acontecido entre nós.
De fato, ele havia encontrado outra pessoa, alguém bonita o suficiente, mas desprezível. Como ela foi capaz de destruir um casamento, uma união? Não foi apenas culpa dela, eu sei, mas... Eu não suportava a ideia de eu mesma ser a culpada. Não podia ser eu!
Assim, ele se foi para ser feliz com outra e eu fiquei em casa sozinha e infeliz. Ele havia me deixado tudo o que tínhamos construído ao longo de nosso relacionamento, mas permanecer ali, diante de todas as lembranças, era uma tortura. Sai de casa e não aceitei nada dele, não queria esmolas, não queria seu dinheiro. Queria, simplesmente, o homem que eu amava de volta.
É difícil reconhecer o sofrimento, é terrível ter na cara a estampa da solidão. Na voz o azedume das palavras e no corpo ânsias de carinho, desejos e libido.
O fundo do poço só não se tornou um buraco por conta de meu trabalho, minhas amigas e uma porção de coisas para resolver. 
Sofrimento é uma palavra pequena para traduzir o tamanho da dor que eu sentia, no entanto, eu tinha que aprender a superar. Quando as histórias de amor estão predestinadas a acabar, a fracassar, não há nada e nem ninguém que possa evitar o fado inevitável.
As dores são necessárias e o vazio no coração também, pois mostram que um dia você não sentiu dor e já teve um alguém que ocupava todo o espaço de seu pequeno-grande coração. Superar é sempre uma tarefa difícil, mas é sobretudo humana, somos nós que temos que superar obstáculos, saudades, dor... enfim....
Ficar longe do Mateus é uma dor enorme, pois o amo, mas a cada dia percebo que posso encontrar novos meios de ser feliz, posso estar mais comigo mesma... Tenho aprendido muitas coisas, tenho visto a vida de uma forma totalmente nova e isso é a parte boa dentro da parte ruim...
Viver me faz bem, pensar nele me faz mal... Evito pensar, mas confesso os pensamentos as vezes afloram, mas também posso superar isso.... algum dia irei superar!
Se ele pode ser feliz, porque eu também não poderia? 

[Camila Márcia]

"Das grandes traições iniciam-se as grandes renovações." (Vassili Vassilievitch Rozanov)

"Não considere doloroso o que é bom para você." (Eurípedes)

"Ninguém pode livrar os homens da dor, mas será bendito aquele que fizer renascer neles a coragem para a suportar." (Selma Lagerlof)

Que os problemas sejam barquinhos, balões e aviãozinhos...




Por vezes eu quis que meus problemas fossem um barquinho de papel para soltá-los ao mar e ficar observando eles navegarem um pouco e depois afundarem... 
Ou quem sabe se fossem um balão de gás e voassem sem destino até se perderem na imensidão do céu...
E, se por acaso, fossem um aviãozinho de papel e subissem ao céu bem na hora de uma rajada de vento e fossem levados para bem longe... 
Tudo o que eu mais queria era ver todo os problemas sairem de mim, explodirem, sumirem...
Porque estou realmente precisando de meiguice, carinho, amor... mas me parece que para ter essas delicadezas devemos ter consciência que elas vem com alguns problemas e dores... 
A vida não é um mar de rosas e se existisse mesmo um mar de rosas, com certeza, ele teria espinhos...
Vocês já viram quanto espinho tem em uma única rosa? Então tente imaginar também quantos haverá em um mar delas...
Que os problemas voem... naufraguem... resolvam-se. 
Mas me vem uma pontinha de medo de estar tão arraigada aos problemas a ponto de não permitir que eles saiam de mim... de já tê-los tornado parte de minha vida...
Meu Deus, que venha luz, carinho, amor e... se realmente é necessário ter problemas em minha vida, que venham novos problemas, estes que eu tenho já não me servem mais...



|Camila Márcia

"Libertar era uma palavra imensa, cheia de mistérios e dores." 
(Clarice Lispector)

...




Um belo dia, vesti-me de sorrisos e sai.
Encontrei um amor e lhe entreguei todos os meus sorrisos junto com meu coração.
Hoje regresso com o sorriso roubado e o coração partido...
Trágico destino que me levou à solidão...

|Camila Márcia 

Outubro vem...



 É chegado Outubro, e o dia aqui amanheceu nublado, não sei ainda o que significa: se as nuvens vão nublar durante todo o mês o meu céu, ou se são passageiras... 
Só o que sei é que, de repente, o mês mudou, o dia é outro - é novo -, mas eu continuo a mesma pessoa, tenho os mesmos problemas, os mesmos pensamentos, as mesmas saudades, dores, alegrias, tristezas, enfim... 
Quando, quando as coisas realmente passarão a ter sentido? De repente, mais um vazio no peito, uma tristeza e um filete de lágrimas na face que são capazes de abrir as portas para minha alma...
É chegado Outubro, é chegada a hora de eu me dedicar a mim...
Porque entregar a nossa felicidade nas mãos dos outros é uma insanidade, já que neste caso sempre é cada um por si.
Outubro, te abro as portas, as janelas, tudo... agora traga, por favor, amor, alegrias, sorrisos e amizades pra mim...

[Camila Márcia]

O preço de de um sonho...


De algum jeito, de alguma forma, aquelas palavras tocaram fundo na minha alma. Eu sabia que não eram verdadeiras e mesmo assim eu acreditava nelas, só porque eu sempre sonhei ouvi-las. 
Entretanto, sonho e realidade são coisas diferentes, por mais que não fosse verdade, aquelas palavras iam de encontro com meus sonhos. E muitas vezes para viver um sonho pagamos um preço muito alto como agora estou pagando: estou vivendo uma mentira.
Algumas pessoas me questionam o por quê faço isso... não sei, se eu soubesse, com certeza, não faria...
Entre as inúmeras coisas que não existem explicação está o amor. Se algum dia alguém conseguir explicá-lo e defini-lo é porque não é capaz de sentí-lo.


[Camila Márcia]

Eu desejo o que é melhor para mim.



E tem outra coisa. A coisa que estou tentando ignorar. A coisa que não deveria querer, que não posso ter. E ele está parado na minha frente agora. Então, o que peço? Algo que tenho certeza de que quero? Alguém que não tenho certeza de que preciso? Ou alguém que sei que não posso ter? Que se dane. Deixe os fatos decidirem. Eu desejo o que é melhor para mim.
(Anna e o Beijo Francês)

Sobre os contos de fadas...



_Contos de fadas são de verdade, pai?
_Bom... não, mas sonhos se realizam.


(A Nova Cinderela)

Com o tempo...



Com o tempo todos nós encontramos o que procuramos, até aquilo que estava na nossa frente o tempo todo.
Com o tempo, nós sempre conseguimos ver o que está na nossa frente e descobrimos que, não importa o quanto esperamos, valeu a pena esperar.
Mas, para alguns, esse momento nunca chega.
Em vez de curar as velhas feridas, a espera só faz abrir novas de tempos em tempos.

(Gossip Girl)


A poesia das árvores...

Filme: Ponte para Terabítia

Difícil expressar o quanto queria, o quanto lutava para alcançar e captar a vida trêmula à sua volta, e como, por mais que tentasse, ela escapava, escorria pelo meio de seus dedos, e deixava apenas um fóssil seco na página [...]
_Simplesmente não consigo pegar a poesia das árvores [...]

(Ponte para Terabítia)


É tão difícil escrever o que está 'escrito' no coração...


Muitas vezes me sinto uma tola tentando passar para o papel aquilo que meu coração sussurra... No meu coração as coisas encontram uma junção tão grande e através dos meus pensamentos as palavras parecem tão unidas, mas minhas tentativas de transpor tais pensamentos - tais 'escritas' do meu coração - para o papel parecem tão vãs, tão fragmentadas e inexpressivas...
Amasso inúmeras folhas e tento acertar a lixeira, tenho uma péssima pontaria, além disso, me entristece ter matado uma árvore em vão: aquele papel foi pro lixo e eu não fui capaz de descrever o está escrito em meu coração...
Uma frustração me atinge... mas eu não consigo desistir de brincar com as palavras, pois sou totalmente dependente e não sei mais como viver sem elas...
A verdade é que eu não posso escrever tudo o que está no meu coração, ele é muito volúvel e está sempre mudando os meus pensamentos, mas eu continuo tentando... não custa nada tentar...

[Camila Márcia]



Não, não me faça promessas. De você não quero nada que possa ser quebrado, nenhum lamento choroso. Quero marcas. Memórias, daquelas amarrotadas de eternidade, pesadas, que eu não possa abandonar, mesmo que qualquer dia eu tenha que escondê-las junto com as frases entrecortadas que te guardo prum amanhã. Mesmo que em algum depois você tenha que vestir a nossa história com indiferença, ou mesmo que eu passe com qualquer hora apressada, embargada de desapego, dos seus dias. Eu quero cicatrizes, não tenho medo de senti-las profundas, dolorosas. Que de nós não me caiba nada que passe preguiçosamente com o tempo. Quero que o nosso encontro seja maduro, maus passos não combinam com nossa entrega despida de pudores e dúvidas. Quero que ainda haja nós depois dos anos, de outros toques, dos outros. Quero a gente depois.

"No fundo é simples ser feliz, difícil é ser tão simples... difícil mesmo é ser."

O Teatro Mágico

Há tempos havia desaprendido aquela postura cuidadosa, esconderijo das réstias do choro que continham meus passos pra fora, a descoberta, já esgarçada, de qualquer saída improvisada dos dias esquecidos de mim, uma estradinha acidentada estendida com um alento ofegante e ansioso do meu eu mais descompromissado. Vez ou outra desconhecia o sorriso que rasgava uma rugazinha de desconforto, e a tristeza que impaciente me cavava uma lágrima. Por hora era embaraçoso contar-me aos outros, aos meus. Esmigalhei minhas razões, não quis botar os porquês pra tomar sol. Sumi, exclamaram. Digo que estive indizível. Esmurrei as paredes de dentro, ninei inquietações bobas, acordeicoragens miúdas de antes. Estive inteira. Saí de mãos dadas com minhas verdades, mesmo as cansadas de serem sinceras, de serem só minhas. Saí me dando conta que não ensaio mais uma volta, empunho minhas idas, parto outra vez. Não mudei. Como cá fora, tudo continua delicadamente como sempre fora: desconhecido.


Natália Rocha



Eu tenho. Tenho um milhão de medos presos aqui nessa linha. Se você desligar, sua vida vai seguir. A minha vai ficar contida nesse aparelho eletrônico. Eu já sou contida de tantas maneiras... Na verdade eu só queria te dizer que por mais que o tempo passe, não consigo preencher meus buracos. Eu olho em volta e não procuro nada. Só porque eu sei que não há nada. Só porque eu sei que o nada que eu quero tá longe de mim. É tudo um enorme, frio e presente nada. Um vazio do tamanho da minha quase existência. Eu quase existo, sabia? Afinal, quem existe por inteiro? Eu não. Eu sou metade amada (porque ninguém me assume por inteiro); metade interessante (porque assusto quem eu quero aproximar e frustro os que ignoram minha muralha); metade culpada (porque ninguém tem obrigação de me amar de verdade quando eu crio bloqueios tristes e vazios). Se você quiser desligar, tudo bem. Eu só tava fazendo drama. Claro que eu vou sobreviver, né? Nunca precisei de uma ligação pra me manter inteira. Mas me diz, e você, tá bem?

                                                                                                                              Verônica H.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...