É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

12.7.13

Decepção


Sabe, é tão estranho como as pessoas costumam mudar. 
Hoje eu estava aqui no meu quarto escrevendo uma mensagens que havia pegado da internet, e fiquei 
pensando como as pessoas mudam, só que o problema é que nem sempre essa mudança ocorre para melhor na verdade é muito pelo contrário.
Sabe, você acha que conhece uma pessoa, você acha que realmente conhece mas quer saber de uma coisa, você não faz ideia do
que essa pessoa é capaz. Você mora 16 anos com ela (e), como sabe do que ela gosta e do que não gosta, mais nunca vai saber do que ela é capaz. 
Isso me assusta muito. 
Pare por um minuto e olhe para as pessoas que estão ao seu lado, e pense, será eles são realmente o que demonstram ser.
E se sua amiga não for aquela garota leal que costuma ser quando estar com você?, e se cada segredo do quele você já contou para ela esteja na boca de outras pessoa?, e se a sua família não for a sua família de verdade?, e se o seu vizinho ou colega de trabalho trabalha pra uma máfia ou algo do tipo e esteja perto de você apenas porque quer algo seu?. Tente 
descobrir queas pessoa que estão do seu lado estão pensando, tente descobrir o que eles já fizeram no passado, o que eles já aprontaram e acredite o resultado que você vai obter não vai te deixar nem um pouquinho aliviado.
Sabe, eu sei que pode parecer até pessimismo da minha parte, mais me fala, será que podemos realmente confiar na pessoas?
Na sua família, amigos, colegas, namorado, marido, ou, seja lá quem for. 
Será que realmente conhecemos eles de verdade.
Será que eles são quem realmente dizem que são?
Eu já não tenho mais resposta pra essas perguntas, queria poder ter mais infelizmente não tenho. E o pior que que no fundo eu sei que não os conheço, eles podem viver a vida toda comigo, mas sempre haverá um lado deles do qual eu não conheço e que talvez nem eles mesmo conheçam. 
Queria ter poder ou algo do tipo, sabe, como nos filmes, ler mente ou sei lá...
Mais isso não significa que não vou ama-los, é claro que não é só que me assustar saber que algum dia aquela pessoa que eu tanto confiei vai me decepcionar, talvez uma decepção grande que nunca vou conseguir esquecer ou quem sabe, um apequena que vai ser esquecida rapidamente, mas... Eles sempre vão me decepcionar.
Acho que, a única pessoa do qual eu posso contar realmente sou eu própria, e olhe lá que as vezes até as minhas próprias ações me decepcionam.
Mas eu não posso mudar a genética de ninguém, eles são quem eles são, somos humanos e todo ser humano é falho, pelo menos é o que todo mundo diz.
Confiar ou não confiar? Eis a questão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...