É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

8.6.13

4 Filmes para Assistir no Dia dos Namorado

Idas e Vindas do Amor (2010)
O título original de Idas e Vindas do Amor já diz tudo: "Valentine's Day". Para quem não sabe, o dia de São Valentim é, nos Estados Unidos e na Europa, o equivalente ao Dia dos Namorados brasileiro. O longa-metragem traz diversas histórias envolvendo a data, seja com casais comemorando-a ou pessoas desiludidas por estarem sozinhas (é o caso de Jessica Biel, da foto acima). O lado comercial dos festejos e a cobertura da mídia não ficam de fora desta comédia romântica com elenco repleto de astros: Julia Roberts, Jessica Alba, Ashton Kutcher, Jamie Foxx, Anne Hathaway, Bradley Cooper...
Eu Odeio o Dia dos Namorados (2009)
Nia Vardalos estourou em Hollywood graças à comédia romântica Casamento Grego, na qual fez par romântico comJohn Corbett. Desde então ambos tentaram a sorte em vários filmes, mas nenhum deles se saiu tão bem junto ao público. Em Eu Odeio o Dia dos Namorados (não confudir com a comédia nacional que está em cartaz nos cinemas) a dupla está de volta e pela primeira vez reunida após o maior sucesso de suas carreiras. A trama aposta no velho medo de se arriscar demais em um novo relacionamento, com a personagem de Vardalos impondo para si uma receita supostamente infalível, na qual tem no máximo cinco encontros com qualquer homem. É claro que nem sempre o coração obedece às regras impostas pela razão.
Dia dos Namorados Macabro (2009)
A imagem do Dia dos Namorados como uma data feita para casais apaixonados por vezes é usada de forma bastante diferente no cinema. É o caso de Dia dos Namorados Macabro, terror que acompanha as consequências de um terrível assassinato, que resulta na morte de 22 pessoas em pleno Dia dos Namorados. A versão original foi lançada em 1981, sendo que na refilmagem de 2009 o longa ganhou como atração extra o fato de ter sido lançado também em 3D - daí a imensa bola de fogo que avança sobre o público em uma sala de cinema.
Quanto Mais Quente Melhor (1959)
O que faz este clássico dirigido por Billy Wilder nesta matéria especial? Quanto Mais Quente Melhor não tem Dia dos Namorados, mas traz uma cena que é inspirada no massacre de São Valentim, evento orquestrado por Al Capone que é o tema central de O Massacre de Chicago. No filme os músicos interpretados por Tony Curtis e Jack Lemmon acabam sendo testemunhas ocasionais do assassinato, sendo perseguidos por mafiosos que não fazem parte da gangue de Capone (mas é como se fosse). De qualquer forma, é uma boa desculpa para assistir a esta divertidíssima comédia estrelada por Marilyn Monroe, não acha?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...