É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

15.5.13

Meus Transtornos


Tenho medo, como todo mundo tem, e sonhos, também tenho ódio de quem já me fez mal mais isso eu deixo pra trás e sigo em frente por que não me ajudara em nada já sofri muito na infância e não gosto de reviver uma coisa que não me trás recordações muitas vezes boas: e hoje já superei o que sofri ao longo da minha infância até muitas vezes sendo excluída das pessoas por ser diferente mais não ligo mais com isso por que ser diferente é melhor do que ser igual a todos e isso me torna melhor mais não melhor que as outras e sim sentir que a minha alto estima esta pra cima.
E hoje não sou mais aquela pessoa tímida que fui quando criança e que muitas vezes conseguia ser excluídas de perto das pessoas. E hoje não tenho medo mais de me expressar ou até mesmo chegar perto das pessoas algumas ainda não gostam de falar comigo por que não sou do jeito, delas mais não me importo com isso por que eu acho que cada um tem sua maneira de agir pensar e vestir e não ser que nem elas já imaginaram se todo mundo tivesse o mesmo estilo de roupa, musica, pensamento seria maior chatice não seria?
Sabe quando a gente menos espera conhecemos pessoas que consegue tornar nosso dia mais feliz e essas pessoas faz com que tornamos especial e não também sejamos excluídos assim criamos um grupo de pessoas que tem o mesmo estilo e que por mais que tenha briguinhas se torna mais unido e isso é o mais legal de tudo que tenhamos companheirismo até nos momentos de ódio.
Não sou muito de falar com as pessoas mais tento ao Maximo fazer novos amigos para não sentir sozinha e desprezada por que me ajuda é como ser fosse uma terapia para mim por que já tive problemas demais quando criança até tive que ir ao psicólogo para tentar me abrir com as pessoas por que já estava entrando em uma depressão muito nova não é? Então mais é tive que ir não queria, mais isso pode se dizer que me ajudou um pouco por que nunca gostei de ir para falar do que eu sentia e ainda mais tão nova como eu era e mesmo com tudo o que aconteceu, hoje não tenho mais medo de me expressar e nem de falar o que eu penso sobre as coisas.
            

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...