É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

14.5.13

Garota ingênua


Ela queria ser livre, mas mal sabia que liberdade era sinônimo de sofrimento. Ela queria amar, mas não viu que pessoas se machucam com o amor. Seu sonho era ser feliz, só que não enxergava que tinha tudo para isso menos vontade suficiente e atitudes. Queria ele, só não conseguia ver que tinha outros milhões de eles á sua disposição. Não queria mais chorar, mais ainda não conhecia a verdadeira dor e a paz que vem depois. Gostaria muito de acreditar em tudo, não queria aceitar o fato de que mais ninguém no mundo é confiável. Queria conselhos, mas não conseguia segui-los, talvez por ainda ser muito ingênua e não conhecer as consequências da tal da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...