É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

21.4.11

A última carta que não te escrevi


Na vida há momentos em que pensamos que está tudo perdido, só não sabemos quem em cada situação existe uma solução. Então ficamos na dúvida de qual decisão tomar, lutar ou esqueçe? È nessa questão que você se pergunta o que fazer. È nesse segundo que você ja nõa vive mais pra você, mais vive pela decisão. Então seu corção se parte, mas você decide por um fim. E é ai que o arrependimento bate. Dá saudade, desejo e vontade, mas o orgulho separa tudo de todos, e não retorna mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...