É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

26.3.11

Carta de Despedida


Talvez quando você precisar de mim, eu já tenha perdido a vontade de te ajudar. Quem sabe quando você lembra que eu existo, eu já tenha te esquecido. E se por acaso você quiser me amar, Talvez eu transforme esse amor em amizade. Talvez quando você sentir minha falta, eu já tenho encontrado alguém que me queira como eu te queria. E depois de tudo que eu falei, você continuar sem entender, que eu sofri muito por você, esqueça tudo que eu escrevi e se encaixe nessas três básicas palavras.
Você me perdeu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...