É tanta coisa na cabeça que de vez em quando a gente se pergunta: é isso mesmo que quero? Afinal, quem sou eu? O que estou fazendo da minha vida? Estou dando atenção para as coisas certas? Estou gastando energia no que realmente importa? Estou dando a devida atenção para quem gosta de mim? A gente fica nesse mar de perguntas e nada até encontrar uma resposta.

2.2.11

Razão Suposta


Já não da mais pra dizer "te amo", não cabe mais dentro dessa frase o que você não quer entender ou acreditar. A solução dos nossos problemas não estão dentro de "não quero ver você sofrer" porque isso não alivia nada. E suas desculpas não podem mais estar sempre em volta de "somos apenas bons amigos", porque não é a tua verdade, Suas saídas estratégicas funcionam apenas pra você porque eu você não engana. E querer se fortalecer em cima de minhas fraquezas é covardia. Não são declarações que provam nada, só quem sente sabe ou talvez o medo domine a situação dos dois lados. Já decidi enfrentar a vida como ela é, não da pra fugir por muito tempo. Poi dia você cai da razão suposta e percebe que procurou tanto o que estava na sua frente . E nota que tolo não foi aquele que correu atrás e cansou de ouvir "não posso". Foi quem negou todas as vezes que eu tentei!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai postar um comentário? Ebaaaaa.
Espero que tenha gostado dos conteúdos do GLP, prometo que retribuirei seu comentário logo me breve, é só deixar o link do seu blog, e assim que possível, farei um visitinha. Prometo. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...